Capítulo Doze

24.4K 2K 275

Olá, princesas, babies do Stone! Cap. 12 quentinho! Espero q gostem.

Dedico à linda princesa Ana Lucia Cortijo Ceratti pelo seu níver hoje. Muitas felicidades, minha querida! Parabéns! Bjokas!

Vai também p todas vcs, suas lindas que estão em cólicas e querendo a cabeça do Stone...rss.

Boa leitura e muitas bjokas!

Lani

CAPÍTULO DOZE

Melissa

_ Eu vou até lá. _ saltei do sofá onde estive encolhida, contendo as lágrimas a qualquer custo, remoendo as muitas perguntas e minhas inseguranças. Sara se levantou também, seus olhos preocupados correndo pelo meu rosto.

_ Eu vou com você, maninha. _ disse com firmeza. Eu apenas assenti. Preciso da sua força agora. Ela é tão corajosa, destemida e eu sou tão covarde. Tenho sido tão covarde.

_ Para onde a senhora vai, mamãe? _ a vozinha de Chay me fez virar para encará-lo. Meu peito doeu com sua expressão inocente. Liam tinha brincado com nós dois? Era difícil acreditar nisso depois dos acontecimentos dos últimos dias. Vou dar a chance dele se explicar. Isso tudo tem que ser um mal entendido. Será sempre assim? Vadias aparecendo a todo o momento para atrapalhar a nossa vida?

Receio que sim, mas eu não posso recuar agora. Estarei sendo covarde como fui boa parte da minha vida. Eu amo aquele homem e ele também me ama. Eu sei disso. Ainda posso senti-lo se movendo dentro de mim, tomando-me, amando-me com sua intensidade, dizendo que me amaria para sempre. É isso. Liam vai rir comigo dessa situação ridícula assim que o encontrar. Por que ele não liga o maldito telefone e me tira logo dessa angústia?

_ Liam não atende ao telefone. _ falo indo até ele, me abaixando no nível dos seus olhos. Corro a mão pelos cabelos fartos. _ eu a tia Sara vamos até a sua casa saber o que houve, está bem, bebê? _ ele franze o cenho.

_ Eu quero ir também. _ disse começando uma birra. _ eu quero ver se está tudo bem com ele. _ me deu um nó na garganta de constatar como meu filho já está apegado à Liam.

_ Não discuta com a mamãe, amor. _ pedi e ele amoleceu um pouco. _ vamos marcar outro jantar amanhã, está bem? _ assentiu, mas fez um bico, sisudo. Rio e o beijo de leve nos lábios. _ não vamos demorar, mas não fique nesse jogo por muito tempo, certo?

Depois de dar instruções à Maria para colocar meu pequeno na cama às nove em ponto, seguimos para o Leblon. Fomos no carro de Sara. Eu estava mais calma. Em algum momento do trajeto, os olhos azuis de Liam me invadiram a mente eu me acalmei, recordando tudo que via neles cada vez que estávamos juntos. Eu preciso ser mais forte. Sinto-me patética de ter sequer pensado que ele me enganou. Ele tem sido maravilhoso, intenso, apaixonado e se entregou completamente para mim. Preciso dar um fim a essas inseguranças. E então, de repente eu decidi: vou para Las Vegas com ele. Voaremos agora se ele quiser. Abro um riso confiante. É isso. Vou fazer o que me pediu hoje de manhã. Vamos nos casar em Vegas.

Greg me surpreendeu ligando para Liam antes de subirmos. Isso me intrigou. Meu acesso sempre foi permitido sem restrição alguma. Meus olhos vagaram entre ele e Mat. Os dois pareciam um tanto desconfortáveis com a minha chegada. Greg encerrou a ligação e me disse que poderíamos subir. Era impressão minha ou ele mal me olhos nos olhos? Quando entramos na cobertura, meus nervos já estavam agitados outra vez. Estava tudo tão calmo. Passamos pela sala de estar e ouvi vozes baixas na outra sala com vista para a praia. Ando a passos largos até lá e estaquei quando meus olhos pararam na cena. Meu coração passa a bater tão rápido que sinto receio dele deixar meu corpo. Todo o ar é sugando dos meus pulmões com o que vejo. Liam sentado em um dos amplos estofados e em seu colo está... Ah, Cristo! Está Selena Hart. Parece uma experiência daquelas em que você sai do seu corpo e fica de fora observando sem poder acreditar no que vê. Estou paralisada. Não, mortificada é a palavra correta.

Incontrolável (degustação)Leia esta história GRATUITAMENTE!