Como publicar seu livro

Começar do início
                                                  

Aqui no Wattpad acontece muito. Essas gráfica, que se chamam de editoras, mandam mensagens para MUITA GENTE dizendo que seus originais foram aprovados. E quando mandam pra muita gente, desconfiem. Como leram todo esse material? Como podem investir em tantas obras? 

É aqui que a picaretagem corre solta. Muitas vezes você nem manda seu original para uma editora e surge um "editor" do nada te falando que seu livro é incrível. Aí você fica empolgado pra publicar. E descobre que para isso, precisará desembolsar a modesta quantia de X mil reais. 

Aí você paga. E aí essa editora não faz distribuição nem divulgação e você termina com um rombo na conta bancária e uma caixa de livros em casa que não sabe como vender.

Também pode acontecer de eles cobrarem o valor do projeto gráfico, e aqui, você precisam também estudar quanto custa um projeto gráfico, revisão, capa, etc. Se alguém disser que o projeto completo do seu livro custa 500 reais, desconfie, já que 500 reais é o valor apenas da revisão com um bom profissional.

Claro que nem sempre é assim. Existem sim, editoras sob-demanda honestas. Uma dica é ler a lei de direitos autorais - que é bem curtinha - e ficar de olho em contratos que não sigam o que diz na lei. Também é importante entendermos um pouco de produção gráfica. Só assim saberemos se o valor cobrado é justo ou não. Veja o quanto você está pagando e pra onde exatamente esse dinheiro está indo, e compare com os valores de mercado (revisão, diagramação, capa etc). E evitem editoras sob-demanda que não fazem distribuição. Pois nesse caso, elas são apenas gráficas disfarçadas de editoras. E não adianta nada você publicar um livro que não será vendido em lugar algum. 

Confira o valor final que seu livro terá, o chamado "preço de capa". Algumas dessas gráficas/editoras imprimem cópia a cópia quando algum livro é vendido pelos seus sites, e isso faz o valor + frete ficar tão caro, que você venderá apenas pros seus pais. 

Se decidir ir por esse caminho, antes de assinar qualquer coisa, leia o contrato com calma e tire todas suas dúvidas. Confira o catálogo da editora e veja se os livros estão vendo vendidos em sites e em livrarias físicas. Converse com outros autores dessa editora para verem se são honestos e pagam direitos da forma correta. Sempre desconfie de promessas e excesso de elogios. Lembre-se que um livro é um trabalho, e é justo que alguém seja pago para realizar um trabalho. Ou você já viu cozinheiro pagando para cozinhar num restaurante?


Impressão Sob-demanda

A impressão sob-demanda é o que acontece em sites como Perse e Clube dos Autores. Não há seleção de originais, cada autor pode fazer o upload da obra que quiser e disponibilizá-la no site. Cada vez que um cliente compra um livro, ele é impresso e enviado para aquela pessoa. Portanto não há estoque, e por isso, os livros serão mais caros.

É uma saída ótima para alguns casos, e pra quem consegue se auto-gerir e correr atrás de todos os serviços dos quais vai precisar: a capa, a diagramação e a revisão. 

O grande problema aqui, é que tem tanto livro mal feito, plagiado, com capas e diagramação feias, que as pessoas estão fugindo desses tipos de livros. Então sua obra pode sofrer preconceito por estar no mesmo catálogo que essas outras. Nessas situações, você vai acabar vendendo pro seu público já formado e seus amigos e familiares. Por isso, é importante ter um bom relacionamento com o público.

Eu não recomendo publicar livros grandes dessa forma, pois o preço ultrapassa facilmente os 40 reais com frete. Mas é uma opção ótima para quem quer apenas ter seu livro e mãos e disponibilizá-los para amigos, familiares e leitores fiéis. 


Publicação independente:

Eu sei que os dois últimos tipos de publicação anteriormente descritos também são indies, mas vou falar sobre como ser indie pra caralho. Assim pelo menos você escapa de picaretagem.

Aqui, você será o autor e o editor e tudo o que puder ser. E ao invés de pagar uma editora sob-demanda pra fazer seus serviços editoriais, você vai encontrar os profissionais que precisa. No mínimo, será isso: Revisão, capa, diagramação, impressão. Mas você pode acrescentar leitura crítica ou copidesque (o copidesque é uma "revisão mais aprofundada", onde o profissional poderá reescrever frases inteiras suas, por exemplo, ou eliminar vícios de linguagem). 

Você pode encontrar profissionais que fazem serviços para autores independentes. Eles costumam ter preços mais acessíveis e fazem um trabalho legal. Orce com uns três até encontrar o equilibro entre preço e qualidade que você procura. 

Você também precisará encontrar uma boa gráfica e orçar seu material em pelo menos uns 5 lugares até encontrar uma de bom preço e qualidade. Peça para o diagramador já deixar o arquivo fechado pra envio pra gráfica para você, para facilitar o contato. Fazer orçamentos costuma ser um saco, mas é preciso.

O maior problema aqui é a distribuição. Você pode fazer uma loja online, ou tentar contatar livrarias para vender seu livro (para livrarias, precisará também de um ISBN), mas vender será seu maior desafio.


Não importa em qual tipo de publicação você vai se meter. Leia o contrato com cuidado e pesquise bastante. Tem muita gente querendo se aproveitar de autores por aí. Estude como o mercado editorial funciona e faça contatos e amigos escritores. Participe de lançamentos, eventos e bienais. Converse com as pessoas. Seja ativo nas redes.

E lembrem-se: não desistam. 

Blog!Onde as histórias ganham vida. Descobre agora