Prólogo

919 77 19

Espírito da Raposa.

Permita que eu me adapte a qualquer ambiente

Que eu me camufle em qualquer mudança

Que minha inteligência comande meus sentidos

E que eu possa ver mais do que aquilo que há para ser visto

Guie-me nas fronteiras dos vivos e dos mortos

Do dia e da noite

Me ceda um pouco de sua malícia

E cumprirei minha missão

Dons de Inari - Parte ILeia esta história GRATUITAMENTE!