Filho de Vênus

37.8K 2.9K 10.1K

Essa fanfic é apenas a tradução e todos os direitos são reservados à Bee.

A programação de hoje era de dez homens, todos com idades e aparências variadas, todos de pé e alinhados, esperando para descobrir se seriam escolhidos. O Dominus da casa aproximou-se da fila, olhando para cada um dos homens de cima a baixo com firmeza, franzindo o cenho para a cena patética.

"Isso é tudo o que você tem para me oferecer esta noite, Zayn? Normalmente seus serviçais são mais... vivos." disse Harry, zombando particularmente de um escravo definitivamente mais velho. Ele se virou para Zayn e ergueu as mãos. "Eu preciso de alguém que possa trabalhar, não alguém que vá cair morto só de subir as escadas.

"Desculpe, Legatus." Zayn estalou os dedos e seu próprio servo começou a levar o grupo para fora da sala. "Eu tenho outro grupo que você poderia olhar. Mas devo avisá-lo que são todos novos e nem todos estão treinados. Recebemos eles há apenas duas semanas."

Harry balançou as mãos irritado. "Bem, e quantos anos eles tem? E o quão fortes são? Você sabe que não será problema treiná-los."

Era verdade. Todo o Império Romano sabia do governador Legatus Harry e sua rigidez. Os membros de seu exército respeitavam sua mente estratégica e temiam sua ira. Com o povo de sua casa em Capua era a mesma coisa, ele não era amado por ninguém, mas ninguém o odiava a não ser seus inimigos. Não que Harry não tivesse amigos, mas era um número pequeno, contando o fato de que ele não confiava facilmente.

Ele tinha Zayn e sua esposa Perrie, os proprietários da casa de escravos da cidade, Ludus. O pai de Perrie era o senador na principal cidade de Roma e uma parte muito grande da transportadora militar de Harry. A família de Zayn eram comerciantes ricos que começaram a vender escravos antes de ele nascer. Começou a morar em Capua, depois de vender a Harry alguns de seus escravos e ter a ajuda dele para abrir o Ludus.

O próximo grupo de dez escravos foi trazido. Na opinião de Harry estes eram muito melhores. A maioria estava de cara fechada, pareciam limpos e um pouco rebeldes, mas nada que não desse para resolver. Harry observou cada um com cuidado, mas teve que parar para recuperar o fôlego quando olhou para o último da fila.

Este era muito jovem, provavelmente uns dez anos mais novo que Harry, que era o governador Legatus mais jovem aos vinte e nove anos. O menino parecia filho de Vênus. Ninguém tão belo poderia ser algo além disso. Seu cabelo era um castanho claro, sua pele um tom bronzeado e ele era tão pequeno e bonito. Mas ele estava com medo. Ele nem sequer olhava para Harry, apenas para seus pés, com seus olhos à beira de lágrimas.

Harry tossiu e o escravo olhou para Zayn, que assentiu com a cabeça, e ele endireitou as costas e olhou para Harry os olhos mais azuis que o céu de Capua. Seus lábios rosados se abriram como se ele fosse dizer alguma coisa, mas Zayn gritou com comando para ele ficar em silêncio.

"E quanto a este?" Harry perguntou enquanto Zayn dispensava o resto de seus escravos e caminhou até ele. "Como ele tem sido até agora?"

"Bem quieto. E um pouco teimoso." disse Zayn. Ele agarrou os braços do garoto e os colocou retos em uma linha, chutando um pé entre suas pernas para separá-las, mostrando completamente as curvas de seu corpo. "Forte apesar de sua idade, apenas dezenove. Nós acabamos de recebê-lo de seus carcereiros há poucos dias, algo a ver com impostos não pagos."

"Os meus impostos?" Harry sorriu e pegou o queixo do garoto, levantando seu rosto para poder vê-lo melhor. "Então acho que você me deve, não é? Qual o nome dele?"

"O nome dele é Louis. Ele pode ser seu por um preço justo."

"Será que o Legatus escolheu alguém, então?" Perrie entrou na sala, seguida de sua serva, Jesy, suas vestes roxas esvoaçando atrás dela. "Oh, o mais bonito? Boa escolha governador, ele irá atendê-lo bem. Apesar de que sentirei sua falta."

I Hunger For Your Beautiful Embrace {pt version}Where stories live. Discover now