Mistaken

321 40 14
                                    

Tradução do titulo: Enganado.

Pouco tempo depois ouvi a campainha tocar, já imaginava quem seria. Fui abrir imediatamente na esperança de que eles me deixassem explicar.

Pai ─ De novo Yuri?! Conseguiu ser enganado de novo!

─ Eu posso explicar o que houve, não é-

Pai ─ Não quero saber! Vá arrumar suas coisas, você vai voltar a morar com a gente.

─ Não mesmo!

Pai ─ Vai, nem que seja a força. ─ Ele me puxou pelo braço e me levou até o carro.

Takafumi ─ Esperem um pouco aí!

Pai ─ E ainda estava com ele depois do que ele fez?! Você é mesmo ridículo Yuri. ─ Ele começou a dirigir sem mais nem menos. Minha mãe estava com ele no banco da frente sem dizer nada.

─ É sério isso?! Nem ao menos querem escutar o que eu tenho pra falar!

Pai ─ Que você foi enganado e deixou mais um vídeo seu agindo igual uma puta vazar?! É melhor ficar quieto ai!

─ Não foi isso que aconteceu!

Mãe ─ Yuri, se continuar falando só vai piorar as coisas. ─ Fiquei quieto, sei como meus pais são e eles nao vão me escutar tão cedo. Quando finalmente chegamos eles me arrastaram pro meu quarto. ─ Estamos fazendo isso pra o seu bem, ok? Apenas queremos te proteger.

─ Vocês nem ao menos qu-

Pai ─ Não queremos mais uma desculpa pra sua ingenuidade. ─ Ele fechou a porta com força e trancou.

Estava sem meu celular, e era óbvio que eles não me entregariam. O que me restava era ficar aqui. Peguei alguns matérias de desenho que tinha no quarto e fui fazer algo. Já estava de saco cheio dos meus pais, sempre me prendendo e me proibindo de fazer o que eu quero. Eu não sou mais uma criança! Meus olhos já estavam transbordando de lágrimas, mas as segurei.

─ Inferno.... ─ Continuei desenhando tentando não pensar nisso, mas é meio difícil quando está sendo preso pelos seus próprios pais. Acabei por desistir e ir deitar, talvez amanhã eles me escutem...

Acordei no meio da madrugada sentindo algo em meus pés, levantei correndo na mesma hora. Que não seja aquela coisa de novo.... se for não terei pra onde correr. Assim que olhei pra o que estava lá me assustei. Era algo dez vezes maior que eu, na mesma hora tremi dos pés a cabeça. Aquilo tinha mãos enormes e um rosto aterrorizante, só de olhar fazia meu ar faltar. Acabei por cair no chão de medo, estava paralisado vendo aquela coisa.

????? ─ Esta com medo de mim?... Sabe que só estou aqui pra te proteger, não é?... ─ Disse se aproximando.

─ Se afasta!

????? ─ Eu só quero cuidar de você Yuri... ─ Disse se aproximando mais.

─ Já disse pra se afastar de mim! ─ Gritei e aquilo veio rápido em minha direção e me segurou pelos ombros.

????? ─ Quem você acha que é pra me desrespeitar?! ─ Gritou pra mim. Travei na mesma hora e não consegui falar mais nada. ─ Viu? Agora está tudo bem? ─ Disse passando a mão no meu cabelo. Sentia lágrimas escorrendo de meus olhos, estava desesperado e com medo. Não sei como aconteceu mas acho que adormeci logo depois. Acordei no chão do quarto tremendo, meus pais estavam lá me questionando o que estava acontecendo.

Mãe ─ Filho? O que houve?

─ Me deixem em paz! ─ Não queria ver eles, muito menos agora.

Perfect Hijacker (PAUSADO)Onde as histórias ganham vida. Descobre agora