Quatro - Quentin

521 83 1

Ele tinha passado dos limites

Ops! Esta imagem não segue as nossas diretrizes de conteúdo. Para continuar a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

Ele tinha passado dos limites. Sabia que tinha no momento em que arrastara Alice de volta para mesa e ela parecia aterrorizada. Condenar aquele serviçal inútil tinha sido ir longe demais, ameaçar Alice também. Sua mãe provavelmente não aprovaria aquela atitude, mas duvidava que ela fosse ficar sabendo. Alice tinha motivos mais do que suficientes para manter a boca fechada, ele tinha se certificado daquilo.

O problema era que Quentin tinha surtos de raiva de vez em quando, de crueldade. Ele não sabia quando tinha começado, mas tinha aprendido a conviver com eles. Outras vezes ficava simplesmente trancado em seu quarto, no escuro, por horas e horas, tentando entender o que estava fazendo ali.

Quando viu o serviçal flertando com sua futura esposa, ele enlouqueceu. Não importava que era Alice, podia ser qualquer uma. Mas era sua, e a visão dela com outra pessoa o deixou completamente ensandecido, sem mais nem menos. Talvez aquele fosse um efeito colateral da magia, mas era difícil dizer. Na maior parte do tempo, simplesmente preferia não pensar, porque é mais fácil ignorar algo que não se pode entender.

Tudo o que ele fazia era aguentar. Dia após dia, aguentar.

Coração de vidroLeia esta história GRATUITAMENTE!