𝑪𝒂𝒑𝒊𝒕𝒖𝒍𝒐 𝒒𝒖𝒂𝒓𝒆𝒏𝒕𝒂 𝒆 𝒕𝒓𝒆𝒔

2.3K 288 58
                                    

𝙈𝙖𝙮𝙖 𝘽𝙤𝙪𝙧𝙣𝙚

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

𝙈𝙖𝙮𝙖 𝘽𝙤𝙪𝙧𝙣𝙚

Rafe entrou no carro em completo silêncio e assim está. Seu corpo está jogado para trás no banco do carro e suas mãos ensaguentadas estão apoiadas nas suas pernas. O pequeno corte nas suas sobrancelhas agora está sangrando mais do que antes, deixando um rastro de sangue pela lateral do seu rosto.

Estou sentada no banco da frente junto com Kelce. Ele está agitado e suas mãos estão tremendo enquanto segura o volante mostra o quão nervoso ele está com essa situação. Ele para o carro na frente da casa dos Cameron e Rafe desce rapidamente batendo a porta do carro. 

━ Eu e Topper cuidamos de Ben, não se preocupe. ━ olho para Kelce e concordo.

━ Como você vai para casa? 

━ Vou ligar para o Topper passar aqui.

━ Se meu irmão precisar de mim…

━ Eu te ligo, pode deixar. 

━ Tá, ok. Obrigada. 

━ Nós cuidamos dele, pode ficar tranquila. 

Kelce me entrega a chave do carro e eu desço do carro e vou para dentro da casa dos Cameron. Começo a subir as escadas e ouço alguns gritos de Ward. Apresso meus passos e chego ao quarto de Rafe.

━ Que porra é essa Rafe? ━ Ward está parado gritando no meio do quarto, enquanto a porta do banheiro está fechada. Provavelmente Rafe se trancou lá. 

━ Ward. ━ ele se vira e me olha surpreso. ━ Por mais que seja uma falta de educação, vou pedir pro senhor sair, por favor. 

━ O que esse moleque fez dessa vez? ━ ele me olha agitado.

━ Nada que seja culpa dele. 

━ Ele está cheio de sangue e eu tenho certeza que não é dele. ━ Ward fala com raiva.

━ Se fosse dele você não se preocuparia, não é? ━ ele fica em silêncio. ━ É, sério. A sua presença não agrega em nada agora, pode me dar licença? 

Ward me olha da cabeça aos pés e sai do quarto batendo a porta. Ouço seus passos se afastando e vou até a porta e tranco ela. Largo meu telefone em cima da cama, a cheve em cima do criado-mudo e vou para o banheiro. Tento abrir a porta, mas ela está trancada.

━ Rafe? ━ sem resposta alguma. ━ Rafe, está só nós dois no quarto agora, abre a porta. ━ nenhuma resposta e nenhum som de movimento. ━ Por favor, eu quero te ajudar. ━ o silêncio continua. ━ Rafe, me responde. ━ falo mais alto.

━ Vai embora, Maya. ━ suspiro e tiro minha mão da fechadura. Sua voz está fraca e rouca, ele está chorando. 

━ Vou ficar aqui até você se sentir confortável o suficiente para falar comigo. ━ me sento no chão ao lado da porta e encosto a cabeça na parede. 

 ⇨ 𝐹𝑟𝑖𝑒𝑛𝑑𝑠 • 𝑅𝑎𝑓𝑒 𝐶𝑎𝑚𝑒𝑟𝑜𝑛Onde as histórias ganham vida. Descobre agora