𝑪𝒂𝒑𝒊𝒕𝒖𝒍𝒐 𝒕𝒓𝒊𝒏𝒕𝒂 𝒆 𝒐𝒊𝒕𝒐

3.1K 325 131
                                    

𝙈𝙖𝙮𝙖 𝘽𝙤𝙪𝙧𝙣𝙚

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

𝙈𝙖𝙮𝙖 𝘽𝙤𝙪𝙧𝙣𝙚

━ Acha que consegue levá-lo? 

━ Sim, consigo. 

Rafe arruma a coberta no corpo de Ben e o pega no colo. Ele sobe as escadas lentamente com Ben no colo me fazendo sorrir. Ver esses pequenos momentos dos dois faz o meu coração acelerar. Me sento no sofá e fico esperando Rafe voltar, o que não demorou muito. 

━ O que você quer fazer agora? ━ olho para ele que se senta ao meu lado. 

━ Eu não sei, o que você quiser. ━ seus olhos percorrem pela sala. ━ Quer terminar de ver o filme? 

━ Pode ser. 

Dou play no filme e deito minha cabeça no seu ombro. Seu braço passa por cima dos meus ombros puxando meu corpo mais para perto do seu. Nós ficamos alguns minutos assim até eu me lembrar da queimadura do seu braço. 

Me mexo um pouco e olho para o seu braço. A queimadura está se curando aos poucos, mas com certeza não está tendo os cuidados necessários. 

━ Aos poucos vai se curar. ━ me viro para olhá-lo.

━ Você não está cuidando, não é? 

━ Nem sei como se cuida disso. 

Nós dois rimos e ficamos nos olhando. Cada vez que olho para os azuis dos seus olhos, parece que é a primeira vez. Sempre me perco na imensidão de azul. 

━ Eu amo quando você me olha assim. ━ ele fala me trazendo de volta para a realidade. ━ Parece que está perdidamente apaixonada. ━ ele fala com um tom de humor.

━ Mas eu estou. 

Seu sorriso some aos poucos e sua mão sobe para o meu rosto. Ele afasta um pouco o meu cabelo do meu rosto e me beija. Sua mão firme segurando meu rosto e a outra segurando meu corpo perto do seu. 

Coloco minha mão livre na sua cintura e me inclino um pouco mais para perto do seu corpo. Sua língua explora cada canto da minha boca me fazendo arfar durante o beijo. Sua mão desce do meu rosto passando pelo meu braço, pela minha cintura e para na minha bunda. 

Aproveito o momento e me sento no seu colo. Nossas bocas ficam roçando uma na outra enquanto recuperamos o fôlego. Suas duas mãos estão firmes na minha cintura, enquanto as minhas estão segurando o seu rosto.

━ Eu te amo. ━ ele sussurra perto da minha boca e me olha. ━ E te prometo que vou fazer isso para o resto da minha vida. 

━ Eu também te amo. 

Ele sorri e nós voltamos a nos beijar. O nosso beijo começa a ficar mais rápido e agressivo quando Rafe começa a esfregar seus quadris nos meus. Sua mão direita sobe e aperta levemente o meu pescoço, ele se afasta do beijo e olha para todo o meu corpo. 

Seus olhos que antes estavam em um tom de azul claro, agora estão escuros e suas pupilas dilatadas. O desejo que ele está sentindo é visível nos seus olhos.

━ Você quer isso? ━ ele pergunta baixinho enquanto tira a mão do meu pescoço e passa seu dedo pelos meus lábios. ━ Se você não quiser…

━ Eu quero, Rafe. Você está falando demais. ━ falo em um tom entediado.

Ele ri e desce sua mão rapidamente para o meu pescoço e aperta mais forte. 

━ Odeio quando você fala nesse tom. 

Ele me puxa para mais perto e me beija novamente. Sua outra mão agora está na minha bunda apertamente fortemente. Suas mãos descem e seguram minhas coxas enquanto ele se levanta. 

━ Não quero correr o perigo do Ben descer e ver essa cena. ━ nós dois rimos. 

━ Vamos pro meu quarto então. 

Desço do seu colo e nós subimos as escadas rapidamente, mas silenciosamente para não acordar o Ben. Nós entramos no meu quarto e Rafe tranca a porta. 

Suas mãos voltam rapidamente para o meu corpo e ele me empurra para a cama. Nos viro de forma que ele fique sentado na cama e tiro sua camiseta, olho para o seu corpo e sorrio enquanto ele me puxa para mais um beijo. 

Me sento em seu colo novamente e começo a beijar seu pescoço. A respiração pesada e os suspiros que saem da sua boca me incentivam a continuar cada vez mais. Tento sair do seu colo, mas ele me segura.

━ Por mais que eu queira essa linda boquinha no meu pau, eu só quero sentir você hoje. 

Olho para seus olhos e concordo. Ele tira a minha blusa e volta a me beijar enquanto suas mãos descem para abrir o meu short. Ele me deita na cama e me deixa apenas de calcinha. Ele começou a beijar minha coxa e sobe seus beijos lentamente pela minha barriga, por meus seios até chegar no meu pescoço. Abro sua bermuda e a tiro com sua ajuda. Ele deita seu corpo por cima do meu e volta a me beijar. 

A minha calcinha e a sua cueca são as únicas roupas nos separando agora. Ele se estende um pouco e pega a sua carteira no bolso da bermuda. Ele pega uma camisinha e joga a carteira no chão novamente. Ele tira minha calcinha olhando diretamente para os meus olhos, sem desviar um segundo sequer. 

Ele tira a sua cueca e coloca a camisinha. Ele se encaixa no meu das minhas pernas e volta seus olhos para os meus. Ele começa a se mexer lentamente e coloca seu rosto na curva do meu pescoço.

Sua respiração no meu pescoço e seus gemidos suaves me arrepiam completamente. Ele começa a se movimentar mais rápido e coloca uma das mãos no meu pescoço. Ele levanta seu rosto e fixa seu olhar no meu. Minhas mãos vão automaticamente para as suas costas e começo a passar minhas unhas levemente por elas.

As sensações que está percorrendo em meu corpo em dividir esse momento com Rafe é surreal. Tommy e nenhum dos outros caras aleatórios chegaram perto de me proporcionar isso. 

Ele aproxima sua boca da minha, mas não me beija, apenas deixa nossos lábios se roçando. Tento beijá-lo, mas sua mão que está no meu pescoço me impede. Um pequeno sorriso aparece no seu rosto enquanto seus movimentos ficam mais rápidos. Ouvir seus gemidos causam uma excitação maior no meu corpo. 

Meu corpo começa a se contorcer embaixo do seu e uma das suas mãos segura a minha cintura me deixando presa no mesmo lugar. Segundos depois de chegar ao meu ápice, Rafe chega ao seu também. 

Ele me beija suavemente antes de tirar seu pau de mim. Ele pega sua bermuda e vai para o banheiro. Me sento na cama tentando recuperar o fôlego enquanto pego meu short o colocando de volta e pego minha blusa do chão. Quando termino de colocar a blusa ele sai do banheiro. 

Ele caminha até a cama e se joga em cima de mim me fazendo rir. Me ajeito em baixo da coberta e Rafe se deita do outro lado da cama. Deitamos um de frente para o outro e ficamos nos olhando.

━ Eu poderia ficar te olhando para sempre. ━ ele sussurra.

━ Eu adoraria, mas precisamos dormir. 

━ Promete que vai estar na cama quando eu acordar amanhã? ━ concordo o fazendo sorrir.

Ele beija a minha testa e eu deito minha cabeça no seu peito. 

 ⇨ 𝐹𝑟𝑖𝑒𝑛𝑑𝑠 • 𝑅𝑎𝑓𝑒 𝐶𝑎𝑚𝑒𝑟𝑜𝑛Onde as histórias ganham vida. Descobre agora