𝑪𝒂𝒑𝒊𝒕𝒖𝒍𝒐 𝒅𝒆𝒛𝒆𝒔𝒔𝒆𝒕𝒆

3.5K 437 233
                                    

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.


𝙈𝙖𝙮𝙖 𝘽𝙤𝙪𝙧𝙣𝙚

Hoje já é sexta-feira. Uma semana toda ignorando o Tommy e tentando achar a forma certa de falar a verdade… O problema é, não tem forma certa. 

“Eu nunca te amei. Até achei que aconteceria com o tempo, mas não rolou.”

“Eu gosto do Rafe. Sim, os motivos dos seus surtos sempre estiveram certos e eu te fiz de bobo.” 

“Estou terminando com você porque acho que agora eu tenho chance com o Rafe.”

Essas três frases parecem ser as mais sinceras, mas não é correto. 

Por mais que eu não queira aceitar, eu simplesmente usei ele para tentar tapar um sentimento que eu não soube expor para Rafe. 

Combinei com Tommy de vir me buscar para a festa na praia. Decidi que hoje vou falar com ele, apenas preciso criar coragem para falar tudo para ele. Termino de me arrumar e paro na frente do espelho.

Estou com um vestido branco com várias flores pequenas. Ele fica um pouco justo no meu corpo e suas mangas deixam meus ombros à mostra. Deixei meu cabelo solto e passei apenas um delineador e um rímel de maquiagem. 

Ouço um carro buzinar e deduzo que é Tommy. Pego meu celular e desço as escadas rapidamente. 

━ Se cuida. ━ minha mãe fala quando passo pela sala. ━ Se quiser voltar para casa e o Tommy estiver embriagado, me liguei.

━ Pode deixar, até. ━ fecho a porta.

Ando lentamente até o carro, meu coração parecendo que vai pular do peito. Nunca fiquei tão nervosa em ver Tommy. Ainda não estou preparada para terminar tudo, mas preciso fazer isso. 

━ Você está perfeita. ━ ele me olha sorrindo quando entro no carro. ━ Não sei como pode existir uma pessoa tão linda. ━ olho para ele e sorrio fracamente.

━ Obrigada. 

━ Como foi a sua semana? Não nos vimos muito. ━ ele começa a dirigir. 

━ Foi tranquila, não fiz muita coisa. 

━ Você está parecendo triste, aconteceu alguma coisa? ━ ele me olha preocupado. 

━ Não, não aconteceu nada. Estou apenas pensativa. 

━ Sabe que pode falar comigo, não sabe?

Por que ele precisa tornar tudo mais difícil?

━ Eu só quero me divertir hoje a noite. 

━ Pode deixar que vou te ajudar nessa parte. ━ sinto um tom de malícia em sua voz, mas prefiro ignorar. 

Ele estaciona o carro e eu desço. A praia está movimentada e a música super alta. Tommy pega na minha mão e nós começamos a caminhar pela praia. Tem mais gente que o normal, parece que as pessoas realmente preferem sair em uma sexta-feira a noite. 

Começo a procurar algum dos meninos ou até mesmo a Sarah. A última coisa que quero é ficar sozinha com o Tommy.

━ Mas olha só quem chegou. ━ ouço a voz do Topper e me viro. 

Ele, Kelce e Rafe, os três parados bebendo. 

Puxo Tommy e andamos até eles. 

━ Pensei que vocês não iriam vir. ━ Kelce fala me entregando um copo e eu cheiro ele. O cheiro de álcool me deixa um pouco tonta.

━ Isso está puro álcool. ━ olho para ele.

━ Eu já falei mil vezes, mas volto a repetir. Vamos aproveitar antes da volta às aulas, temos poucos dias para aproveitar.

━ Isso é verdade. ━ Tommy fala. 

Bebo um pouco da bebida que repulsa meu estômago. 

━ Eu prefiro ficar viva até o início das aulas. ━ entrego o copo de volta para Kelce. 

Olho para Rafe que está com um semblante sério enquanto olha para outro lado. 

━ Deve ser ótimo namorar. ━ Kelce nos olha. ━ Uma pessoa fixa pra tudo, e quando eu digo pra tudo, é pra tudo. ━ Tommy começa a rir e concorda.

━ Essa é a melhor parte, com certeza a melhor. ━ Tommy fala alegremente fazendo os meninos rir, exceto Rafe. 

Em dias normais, ele não falaria isso. Ele sempre é mais reservado, mas tenho certeza que ele quer provocar o Rafe. 

━ Eu realmente não consigo imaginar vocês… tipo, vocês sabem. ━ Topper fala. 

━ Seria estranho se você conseguisse. ━ olho para ele.

━ É que vocês são tão fofos, realmente não dá. 

━ Fofos só aqui. ━ Tommy fala e vejo que Rafe revira os olhos e se mexe desconfortavelmente.  

Sinto o olhar de Tommy em mim, com certeza ele percebeu que Rafe não está confortável com a nossa conversa e resolve provocar. 

Ele solta minha mão e passa seu braço por meus ombros e me puxa mais para perto dele. Ele beija minha testa e quando vai beijar minha boca eu me afasto um pouco.

━ A Sarah. ━ ele me olha confuso. ━ Achei a Sarah. ━ falo sorrindo suavemente e me afasto dele. ━ Com licença, meninos. 

Tiro o braço de Tommy de cima dos meus ombros e começo a caminhar em direção a Sarah que está ao lado de John B. 

━ Você ainda está com ele? ━ ela me olha.

━ Oi, Sarah. É bom te ver também. Sim, também estava com saudades. ━ ele e John B riem.

━ Desculpa, mas achei que vocês já tinham terminado.

━ Estou sem coragem, desculpa ser um fracasso. ━ ela ri e John B me entrega um copo. ━ Obrigada. 

━ Eu tenho que agradecer. Ward aliviou muito a minha barra depois que você falou com ele. 

━ Qualquer coisa pela Sarah. ━ ela sorri para mim. 

━ Posso saber quem é essa gatinha? ━ um menino loiro fala sorrindo e para ao lado de John B.

━ A gatinha tem namorado. ━ falo e ele ri. 

━ Não tenho ciúme. ━ Sarah e John B começam a rir.

━ Esse é o JJ. ━ Sarah fala rindo. ━ JJ, essa é a Maya. 

━ É um prazer, JJ. 

━ O prazer é todo meu. ━ ele pega minha mão e beija ela me fazendo rir. ━ Estou a disposição. Para qualquer coisa. 

━ Dá um tempo. ━ outro menino chega e revira os olhos.

━ Esse é o Pope. ━ John B fala. ━ Ele tem zero paciência para os flerte de JJ. 

━ É um prazer, Pope. 

━ Todo meu. ━ ele sorri para mim.

━ Eu falei isso e você me xingou. ━ JJ fala. 

━ Eu falei sem segundas intenções, idiota. 

Eles começam a debater e eu começo a rir. 

 ⇨ 𝐹𝑟𝑖𝑒𝑛𝑑𝑠 • 𝑅𝑎𝑓𝑒 𝐶𝑎𝑚𝑒𝑟𝑜𝑛Onde as histórias ganham vida. Descobre agora