Sons de amor - James Rodríguez

1K 103 1
                                    

wtf_the espero que goste💖

🦋

Quero ver o teu sorriso
Invadindo o meu ser
Quero ter você comigo
Sussurrando sons

E se quiser eu também quero
Em dobro pra ser sincero
O mesmo de ti espero
Se é, o que prefere


A rotina de treino era pesada, os jogos intensos, mas o que machucava James era faltar as apresentações da filha. Perdeu várias apresentações da escolinha e do balé, escutava a filha falar animada sobre e sempre pedia desculpas pela ausência nos eventos. Entretanto, nessa apresentação ele conseguiria ir e prestigiar Salomé que ficou super feliz ao saber da notícia.

O colombiano pediu ajuda a pequena para arrumar a mochila dela e assim irem para a apresentação. Estava super animado para ver sua garotinha se apresentando, ele era de fato um pai babão e que fazia tudo que estava a seu alcance para estar presente.

— Pronto, filha! - gritou ele do andar de baixo - Está tudo pronto, só falta você.

— Fecha os olhos, papai! - Salome gritou lá de cima e o pai o obedeceu, esperando a mesma descer da escada. - Pode abrir.

— Nossa, você está uma princesa! Ou melhor, uma verdadeira dançarina. - falou sorrindo.

— Vamos, papai! Eu não posso me atrasar!!

Eles não estavam nem um pouco atrasados, mas por conta da animação de Salome, James fez o esforço de chegar cedo e encarar os pais que o bajulavam. Ele tentou, a todo custo, fazer com que sua fama não afetasse tanto a vida de Salomé, pra que ela não tivesse com lidar com interesseiros ou fuxiqueiros, mas ainda assim havia alguns e era inevitável!

Assim que chegaram na escolinha de balé, se dirigiram ao pequeno teatro que havia por lá e James se acomodou em um assento enquanto a pequena corria para onde estavam as demais crianças. O jogador cumprimentou quem ele conhecia e sorriu simpático para aqueles que o encaravam, mas quando não aguentava mais certos olhares pegou seu celular e ficou mexendo até a apresentação começar.

As luzes foram do teatro apagadas e apenas o palco ficou iluminado, deixando melhor a visualização. Do lado da coxia, as crianças saíram ocupando a posição e a professora caminhou embaixo do palco, para a frente do mesmo de uma forma que não atrapalhasse a apresentação mas que ela pudesse orientar as crianças com os passos mais difíceis. As batidas da música começaram a soar e o jogador sorriu prestando atenção em sua filha, sem filmar e nem nada, ele queria focar somente na pequena e esquecer o mundo ao redor, gravar na sua mente os momentos de felicidade de Salomé valia mais do que gravar no celular e perder toda essência do momento.

Salomé era a vida de James, ele vivia para ela! Talvez esse era um dos porquês de ele não ter arranjado mas nenhuma companheira, ele sempre colocaria Salomé no centro da sua vida e as mulheres com quem ele se relacionava queriam competir a atenção com a pequena, o que o aborrecia e fazia o relacionamento não durar.

Prestou atenção até o final e só se lembrou do mundo ao redor quando as palmas soaram. Ele se levantou e acompanhou os aplausos, esperando sua filha descer do palco e correr até ele. Esse momento e essa felicidade valia todo esforço que ele fazia.

— Minha pequena, você dançou tão bem! Estou muito orgulhoso de você! - falou, fazendo os olhos da filha brilharem. Ela apaixonada por ele o tanto que ele era por ela.

— Obrigada, papai! - disse dando mais um abraço no colombiano  - Podemos ir ver a professora S/N?

James concordou e a seguiu até os bastidores, onde uma mulher linda conversava com os pais de outra garotinha. Ficou admirando a mesma até que ela terminasse a conversa e se voltasse para eles.

— Salomé, minha bailarina! - a professora falou sorrindo - Você foi incrível, acho que perdi meu posto de professora!

— Sério, tia? - a criança perguntou pulando com os olhos brilhando. - Meu papai veio me ver, você sabia?

— Bem que eu percebi que você estava mais animada. - falou olhando para o jogador — Sou S/N! Devo dizer que sua pequena é uma das alunas mais esforçadas e animadas que eu já tive!

— James! - falou estendendo a mão e a cumprimentando - Acho que a professora ajuda bastante, também. Ela só fala de você em casa, disse que quer ser bailarina igual a senhorita!

— Fico encantada em saber disso, querida! - disse pondo a mão no coração e se abaixando para falar com Salomé. - Eu não tenho dúvidas de que será uma bailarina incrível e, claro, muito melhor do que eu!

Meses se passaram e James e a professora de Salomé estavam cada vez mais próximos, ele apareceu nas apresentações seguintes e depois de um tempo começaram a trocar mensagens e a sair em encontros. Ele estava feliz em se envolver com ela, ainda mais pelo fato de tratar a filha tão bem!

Eles estavam em mais um jantar, mas essa noite seria diferente pois depois de vários encontros e ficadas, finalmente resolveu pedi-la em namoro. Esperou o garçom se retirar e tomou coragem para pedir.

— Sabe, eu sempre me decepcionei com as pessoas que me relacionava por não aceitarem que minha filha é o centro da minha vida. Você é diferente, você se importa com ela e a trata tão bem que faz meu coração transbordar! Ver você amar a minha filha e cuidar dela me faz gostar ainda mais de você! - deu uma pausa pegando na mão da mulher - Droga, eu poderia me perder em você em um piscar de olhos, eu não consigo tirar meus olhos de você e seu jeito meigo de ser! Eu quero ver seu sorriso, quero ter você comigo, e eu quero muito namorar com você! Você aceita?

— Sim, sim! - sorri e o beija - E saiba que amar sua filha não é nenhum esforço, ela é uma garotinha encantadora.

— Ela vai ficar tão feliz quando souber que você aceitou. - ele diz sorrindo.

S/N retribuiu e curtiu a noite com James, ou melhor… seu namorado! No dia seguinte contaram a notícia para Salomé que ficou pulando de felicidade, o que deixou o casal ainda mais feliz.

imagines • soccer playersOnde as histórias ganham vida. Descobre agora