Hurt myself

623 67 27
                                    

Tradução do titulo: Me machucar.

Já estava cansado de tanto tirar fotos, a todo momento eu usava uma roupa diferente e meu cabelo sempre com um penteado diferente. Até Takafumi aparecer junto de Michael, Takafumi estava com uma cara de poucos amigos até entrar na sala.

Takafumi ─ Yuri, finalmente te encontrei.

─ Olá, como está Takafumi?

Takafumi ─ Melhor impossível.

Harumi ─ Sei que a conversa está boa e tudo mais, mas você ainda tem fotos pra tirar, Yuri.

─ Já estou indo. ─ Ela me entregou outra peça de roupa na mão e eu fui ao vestiário. As roupas são totalmente meu estilo, mas de tanto ver roupa ja estava tomando odio.

Harumi ─ Rapido Yuri, Yoki ainda tem que fazer seu cabelo.

─ Ficou um pouco apertado.

Harumi ─ Iremos fazer isso rápido, não se preocupe. ─ Ele me levou pra irmos fazer o cabelo, e Michael continuava a tentar conversar com Takafumi. ─ Prontinho, agora vamos logo. ─ Ela me arrastou pro estúdio pra voltar a fazer as fotos.

                       (....)

─ Finalmente acabou, não estava aguentando mais.

Takafumi ─ Vamos, vou te levar pra ir comer algo.

─ Podemos tomar sorvete?

Takafumi ─ Você não comeu nada direito, tomar sorvete agora vai te fazer mal.

─ Então podemos tomar depois?

Takafumi ─ Sim Yuri, podemos. ─ Fomos pra uma lanchonete próxima da agência e eu comprei apenas um hamburgue. ─ Sua mãe vai me matar por te deixar comer isso.

─ Ela não precisa saber disso. ─ Ri um pouco e comecei a comer. ─ Como faremos pra ir até o shopping?

Takafumi ─ Contratei alguns seguranças.

─ Já resolve bastante. ─ Dei um sorriso e voltei a comer.

Assim que terminamos pagamos e saímos. Entramos no carro e fomos em direção ao shopping. Quando chegamos algumas pessoas nos abordaram, mas alguns seguranças chegaram e os afastaram. Takafumi me levou até a sorveteira e logo as pessoas pararam de nos seguir.

Takafumi ─ Que sabor você quer?

─ Morango. ─ Ele foi falar com a atendente logo depois.

Takafumi ─ Toma. ─ Ele me entregou o sorvete de morango e ficou com um de chocolate. ─ Vamos?

─ Sim. ─ Saimos andando pelo shopping tomando o sorvete até encontrarmos uma loja de pelucias. ─ Podemos ir ali.

Takafumi ─ Claro. ─ Entramos na loja e tinha pelúcias de todos os tipos, mas o que me chamou a atenção foi uma de carneirinho.

─ Podemos levar?

Takafumi ─ Claro. ─ Ele pegou a maior pelúcia de carneiro que tinha.

─ Não precisa ser desse tamanho.

Takafumi ─ Poderá dormir abraçado com ela já que sente minha falta.

─ E-Eu não sinto sua falta!

Takafumi ─ Vou fingir que acredito.

─ Vamos logo! ─ Pagamos pelo urso e saímos da loja.

Takafumi ─ Quer mais alguma coisa?

─ Não.

Takafumi ─ Tem certeza.

Perfect Hijacker (PAUSADO)Onde as histórias ganham vida. Descobre agora