𝑪𝒂𝒑𝒊𝒕𝒖𝒍𝒐 𝒏𝒐𝒗𝒆

4.2K 469 147
                                    

𝙈𝙖𝙮𝙖 𝘽𝙤𝙪𝙧𝙣𝙚

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

𝙈𝙖𝙮𝙖 𝘽𝙤𝙪𝙧𝙣𝙚

Um jantar que era para ser romântico e calmo, tornou meus pensamentos em uma bola de neve. Em momento nenhum consegui me sentir confortável sabendo que Rafe estava a poucos metros de mim e vendo cada movimento meu com Tommy.

Felizmente, a janta foi mais rápida do que eu esperava e voltamos para casa cedo. Tommy fez questão de me beijar na porta do restaurante, claro que ele sabia que Rafe estaria vendo.  

Talvez eu não devesse ter falado nada. 

Estou deitada na minha cama faz mais de duas horas e não consigo dormir. Minha vontade é ligar para Rafe, mas ele nunca está com o telefone. Preciso urgentemente de conselhos, talvez Sarah seja uma boa opção? 

Não a vejo faz algumas semanas, desde que ela terminou com Topper, nos afastamos um pouco. Antes ela estava sempre junto nos passeios e em dias “preguiçosos” no qual não fazíamos nada, apenas aproveitamos a companhia uns dos outros.

Pego meu celular e mando uma mensagem para ela que logo é respondida, estranho ela estar acordada tão tarde. 

Ficamos trocando algumas mensagens até o sono vir. Eu sinto a falta dela, mas seria uma situação chata ela tentar ficar perto da gente após o término com o Topper, ainda mais que ela já está com outra pessoa. 

✦✦✦

Sarah abre a porta e quando me vê abre um sorriso e me abraça fortemente. 

― Meu Deus, Sarah!! ― falo retribuindo o abraço. 

― Faz muito tempo que não nos vemos, eu estava com muita saudade.

― Você nem imagina o quanto eu estava também. ― nos separamos do abraço.

― Maya, quanto tempo. ― Ward aparece na porta. 

― Senhor Cameron, que saudade. ― nós nos abraçamos. 

― Ward, querida. ― sorrio e concordo.

― Vem, vamos subir. 

Sarah me puxa para as escadas e nós subimos rapidamente para o seu quarto. Ela entra e eu entro em seguida, empurro a porta, mas não o suficiente para fechá-la completamente. 

― Eu nem acredito que estamos nos vendo de novo. ― Sarah fala se jogando na cama. 

― Eu realmente estava com muita saudade. ― ela sorri para mim. 

― O que me conta de novidade? 

― Eu achei que apenas sentar aqui e conversar seria entediante, então… ― abro minha mochila e mostro algumas máscaras faciais para ela. 

Seu sorriso cresce e ela as pega da minha mão.

― Ok, nós temos a tarde inteira para aproveitar juntas. Vamos apenas relaxar e depois falamos sobre meninos. 

― Perfeito. 

Pego uma das máscaras no rosto de Sarah enquanto ela abre um pacote para colocar no meu. Depois de terminar de aplicar a máscara no rosto de Sarah, amarro meu cabelo e espero ela espalhar o líquido gelado pelo meu rosto. 

Sarah se levanta e coloca uma música mais alta, e me olha sorrindo enquanto dança um pouco. Ela pega uma caixa de esmalte e coloca em cima da cama. 

― Suas unhas são tão lindas. ― ela fala pegando minha mão direita. 

Sempre tive unhas grandes e Sarah sempre amou pintá-las, ela é praticamente a única pessoa que toca nelas além de mim. 

Depois de longos minutos fazendo as unhas e esperando secar o esmalte vermelho gritante que Sarah colocou em minhas unhas, começo a pintar as suas. Coloco uma cor mais básica, já que ela nunca gostou de cores muito chamativas. 

Esperamos suas unhas secarem enquanto conversamos sobre a volta às aulas. Ainda resta um ano para mim e dois para ela. Isso significa que ela terá que ver Topper cinco vezes na semana, e isso se torna um saco para ela. 

Ela se levanta e desliga o som e se senta na cama novamente. O som da porta do andar de baixo batendo chama a minha atenção e Sarah revira os olhos.

― É o idiota do meu irmão chegando, não liga. ― a voz de Ward se altera no andar de baixo e Sarah bufa. ― Só ignora, meu pai e Rafe vivem brigando. 

― Bom, me conte sobre o seu namorado. ― Sarah sorri. 

― O John B… Nos apaixonamos como num filme, era para ser apenas um dia juntos, mas… Ele me mostrou que a vida é muito mais do que tudo isso… ― ela parece perdida em seu pensamentos. ― Foi o primeiro dia que eu realmente soube o que era o amor. ― ela me olha. ― Apesar do meu pai incomodar muito por ele ser um Pogue, eu não vou deixar ele por isso. 

― Saiba que eu estou com você. Minha amiga desde sempre, tem meu apoio para tudo. ― ela sorri e me abraça brevemente. 

― Quer me contar sobre o Tommy? Sei que vocês já estão juntos a meses, mas sempre há coisas novas a se contar. ― ela diz vindo tirar a minha máscara.

― Tommy continua o mesmo cara amoroso e carinhoso de sempre… ― falo sorrindo. ― Ele sempre me surpreende com coisas novas e eu posso te dizer com toda a segurança, que ele é o cara perfeito. ― mas ele não é o Rafe… 

― Eu ficava boba vendo vocês dois, e agora que achei o John B, sei como isso é bom. ― concordo. ― Posso te falar uma coisa? ― olho para ela curiosa. ― Há um bom tempo atrás, eu realmente achei que você ficaria com o meu irmão.

― Eu e o Rafe? ― falo com um sorriso nervoso, mas parece que Sarah entendeu como uma piada e riu.

― Sim, sei lá. O jeito que você olhava para ele, o jeito que ele agia perto de você. Eu realmente pensei isso, mas vendo você com Tommy, vi que é totalmente diferente.

Claro que é diferente, eu me esforço para amar ele com todo o meu coração todos os dias. 

Talvez falar a verdade para Sarah não seja uma coisa ruim, eu confio nela. E talvez, eu ache uma luz no fim do túnel para toda a confusão que eu ando nesse últimos dias.

― Eu… ― a porta do quarto se abre rapidamente nos assustando. Olho para a porta e Rafe está parado lá.

― O pai mandou vocês descerem. ― ele olha para mim rapidamente e olha para a Sarah novamente. ― Agora! ― ele parece completamente agitado.

― Eu já vou! ― Sarah responde completamente agitada e Rafe sai batendo a porta. ― Rafe está assim desde que eu comecei a namorar o John B. ― ela se levanta e vai para a frente do espelho tirar a sua máscara.

Isso é estranho. Sarah está com o John B já faz algumas semanas, e ele não demonstrou estar assim na praia ou na casa do Topper… 

 ⇨ 𝐹𝑟𝑖𝑒𝑛𝑑𝑠 • 𝑅𝑎𝑓𝑒 𝐶𝑎𝑚𝑒𝑟𝑜𝑛Onde as histórias ganham vida. Descobre agora