Fifty Six

14.4K 2.1K 959
                                    

  Jungkook

Hoje é o aniversário do meu carrapato, ele está completando seus 20 aninhos, acordamos cedo e eu levei ele no shopping pra comprar roupas, o dia começou bem, ele está bem animado, fiz uma coisa pra ele ontem mas só vou mostrar depois

Ele encheu a sacola de saia e calça mais colada, é bom que ninguém se intrometa nas escolhas dele hoje porque eu estou bem afim de matar quem tentar estragar seu dia

Ele fez a feira, comprou tudo que gostou, comprou até uma saia pra mim, só ele mesmo pra me fazer usar saia

Saímos da loja e eu dirigi até o iate que eu aluguei para tomarmos café e passar a manhã, assim que nós descemos e ele viu para onde estávamos indo ele grudou em mim

-Nós não vamos entrar aí não né coelhinho

-Vamos, mas fica tranquilo amor, seu coelhinho vai estar sempre com você -Ele assentiu e nós entramos, ele ainda parecia assustado mas já estava mais curioso olhando pra todo lado, atravessamos e fomos até a ponta que era onde seria nosso café da manhã

Meu neném me olhava apaixonado, ele sabe que hoje é seu aniversário mas ele disse que isso não importa tanto, o que importa é que vamos passar mais um dia juntos e fazendo as coisas juntinhos

-Bom dia, sejam bem vindos -Uma moça falou assim que nos sentamos mas meu neném estava mais interessado em me olhar -O café já vai ser servido

Só assenti, comecei a desabotoar minha blusa tendo o olhar atento do meu marido sobre mim, chamei ele com o dedo que veio parando do meu lado, acabei de tirar a blusa e passei um braço por sua cintura

Virei o pescoço pra ele que fez voz de espanto, assim que eu voltei a posição e o olhei seus olhinhos brilhavam e ele sorria lindamente

-Gostou?

-Amei -Meu coraçãozinho me abraçou se sentando no meu colo, eu tinha tatuado carrapato no meu pescoço e logo do lado tinha um desenho de um coelho -Ficou tão lindo, você e eu -Ele sorriu

-Sim, nós dois pra sempre -Dei um beijinho em sua testa

-Eu te amo

-Eu te amo mais neném -Abracei ele apertado, não tinha porque tirar a blusa mas eu gosto de fazer suspense com ele, ele se sentou de frente pra mim me abraçando, passei meus braços ao redor de seu corpo, e sempre dá um contraste

A pele branquinha sendo agarrada pelos meus dois braços fechados de tatuagens, Jimin gosta de uma em especial, duas na verdade

Da cobra que foi a primeira tatuagem que ele tocou quando eu o tirei daquele inferno e uma de uma arma que eu tenho perto da cobra

-Minha nova preferida -Sorri apertando ele ainda mais conta meu corpo

-A minha também -Logo vieram com a comida depositando tudo na mesa, só virei ele ainda deixado no meu colo que ficou olhando pra tudo, ele não coloca mais nada na boca enquanto eu não fiscalizo, eu não deixo

Ele apontou pro que queria e eu peguei cheirando, já mexi muito com veneno, nenhum passa despercebido por mim, claro o da água passou porque eu não cheirei

-Pode comer neném -Ele começou a comer todo animado enquando dançava suavemente no meu colo, nada com segundas intenções, era até uma música infantil que estava tocando em algum lugar do iate

Deve ser o filho do comandante, ele disse que teria que traze-lo

Comecei a comer com ele e logo já tínhamos terminado, ficamos um tempo conversando e ele admirando a tatuagem até eu levar ele pra trocar de roupa

-Hoje meu carrapato não vai poder banhar sem roupinha, não é só o coelhinho que vai ver

-Tá bom -Vesti uma sunga branca nele e vesti uma blusa minha por cima, ele não quer que outras pessoas o vejam quase sem roupa, ele disse que só eu posso

Vesti uma sunga também mas coloquei um short por cima e nós fomos, tirei nossas roupas só quando estava quase entrando e mesmo assim ele ficou olhando para os lados pra ver se ninguém olhava

Entrei na água com ele grudado em mim de olhos arregalados como sempre faz quando entramos na piscina

Fiquei segurando ele firmemente enquanto aproveitavamos a água fria, o dia estava quente então combinou bastante

Ele foi ficando menos medroso e começou a brincar na água, claro, sem  nunca me soltar

Ele batia a mãozinha fazendo espirrar pra todo lado e ele gargalhava quando me atingia

Ver ele feliz me deixa tão bem, parece que me renova por dentro me deixando ainda mais disposto

As perninhas grossas estavam em volta do meu corpo enquanto eu segurava sua bunda e costas com firmeza

Um rapaz apareceu e começou a nos olhar, na verdade me olhar, e não era um olhar normal, era o olhar que eu sempre recebia. Desejo

Jimin fechou a cara e me abraçou apertado

-Esta olhando assim pro meu marido porque?

-Nada senhor -Saiu em disparada

-Rum -Olhou mais uma vez pro local que o rapaz estava e voltou a sorrir brincando na água, é só um neném, meu neném

Não fui mais pro fundo porque ele tem medo e pra não ficar molhando a tatuagem, ainda está bem recente

Meu carrapato brincou até cansar, ficamos horas na água com ele sempre batendo a mãozinha ou jogando água no meu cabelo

Nesse tempo ele deve ter dito que me ama umas 20 vezes, e eu talvez um pouco mais

Tirei ele da água subindo as escadas devagar com ele no colo, por ele estar com uma sunga branca marcava seu pau todo

E prestando mais atenção ainda no tamanho eu percebi que se ele fosse hétero a mulher sofreria, ele é grande mesmo mole, só é pouca coisa menor que eu e nem dá tanta diferença assim, ele é muito bem dotado

Taehyung já me perguntou se eu daria pra Jimin se ele quisesse, mas eu nem precisei pensar nisso, o carrapato não se sentiu confortável com esse assunto e confesso que nem eu, não que eu seria menos homem por dar, mas cada um se sente "bem" fazendo uma coisa, alguns só dando, outros só comendo e alguns sendo Flex, no nosso caso é do jeito que está

Falando nesse assunto, antes de nos casarmos eu fui comprar calcinha pra Jimin e a atendente me disse que eu era corajoso, homens não gostam de comprar essas coisas para a companheira, e quando eu a corrigi falando ser companheiro ela me disse que eu não tinha cara de ser gay e eu fiquei pensando nisso

Cara de gay, não sabia que gay tinha uma cara específica, sinceramente, é cada palhaçada que eu tenho que escutar

Meu neném me abraçou assim que saímos e ele pegou minha mão que estava em suas costas colocando na bunda

Fui rápido em sair e vestir a blusa nele, na hora veio uma mulher com duas toalhas, Jimin ficou na minha frente até eu vestir a bermuda

Vesti a roupa rápido logo o abraçando por trás e comecei a cheirar o pescoçinho dele

-Relaxa amor -Continuei cheirando e passando as mãos por sua barriga até ele ficar molinho em meus braços

-Não gosto dela -Meu anjo falou beijinho e colocou as mãozinhas por cima das minhas -E nem daquele homem

O homem que me olhava com desejo, Jimin não é besta, ele sabe bem quando a pessoa me quer, ele não liga muito, mas não podem me tocar, nem sonhar em fazer isso que meu baixinho vira bixo

Mas hoje em específico ele se incomodou com os olhares que estavam direcionados pra mim

-Vamos pro quarto amor -Peguei ele no colo que deu mais uma olhava pra mulher assim que eu peguei a toalha, a coloquei em sua bunda e sai indo descansar um pouco porque o dia só começou

Protegido do MafiosoOnde as histórias ganham vida. Descobre agora