40

1.2K 138 81
                                    

Chegamos em casa e eu taquei a bolsa no sofá e me virei pro Rafe que tinha acabado de tranca a porta

- bora la pra cima logo- falei e ele sorriu de lado e eu sai correndo pro quarto e me joguei na cama

Ele veio e subiu em cima de mim e começou a me encarar

- que foi?-

- pq eu tenho você? Eu não mereço você- ele falou e eu revirei o olho

- merece sim, tanto que eu to aqui- falei e puxei ele pra mais perto - agora me fode- falei e em questão de segundos ele colou nossos labios

Tirei a camisa dele e passei a unha no abdômen dele, ele continuou a me beijar desesperadamente enquanto apertava minha coxa

Quando o ar começou a faltar eu me afastei dos lábios dele e troquei as posições fazendo eu ficar por cima, passei a língua por toda a extensão do abdômen dele oq fez ele solta um gemido baixo e rouco

- não gosto quando não sou eu que to no comando- ele falou com a voz rouca e em um movimento rapido trocou as posições ficando por cima denovo

Ele tirou meu vestido e logo em seguida meu sutiã

- tava com saudade dessa visão- ele falou e mordeu o lábio

- digo o mesmo- falei e puxei ele pela nuca o beijando denovo

Ele passou a mão por todo o meu corpo até chega na barra da minha calcinha, logo ele tirou ela e passou o dedo pelo meu clitóris me estimulando, fazendo eu gemer contra sua boca

Ele se afastou e tirou a calça e a cueca e voltou pra cima de mim e abriu minhas pernas e começou a me masturbar, enquanto eu tentava conter os gemidos

- pode gemer, a casa é só nossa- ele falou e mordeu meu pescoço de leve, gemi alto o nome dele quando ele entroduziu dois dedos em mim

- puta que pariu- falei entre gemidos - desse jeito eu vou gozar- foi eu fala que ele parou e eu soltei um gemido manhoso

- ninguém mandou falar isso- ele falou e desceu e ficou cara a cara com minha intimidade fazendo eu sintir sua respiração contra ela, logo senti o molhado da língua dele no meu clitóris

Não demorou muito pra eu goza na boca dele, ele me deu um selinho e começou a beija meu pescoço enquanto eu arranhava as costas dele

- puta que pariu, você me deixa louco- ele falou e eu sorri maliciosamente pra ele e troquei as posições fazendo eu ficar no colo dele, dando pra sentir seu membro duro na minha barriga, ele colou a mão na minha cintura e me guiou pra eu sentar no pau dele, ele soltou um gemido e tompou a cabeça pra trás e eu comecei a cavalgar nele, ele começou a apertar minha bunda enquando nossos gemidos se misturavam

- posso goza dentro de você?- ele falou com a respiração ofegante eu não falei nada e sai do colo dele fazendo ele me olhar sem entender, abaixei e lambi toda a extensão do pau dele, ele colocou a mão no meu cabelo e eu comecei a chupa ele enquanto ele gemia loucamente, logo ele gozou na minha boca

- caralho- ele falou e deito na cama tentando recuperar a respiração - vem cá- ele falou e bateu no peito indicando pra eu deitar la

- feliz agora?- perguntei equanto ele fazia carinho na minha cabeça

- to- ele falou e eu olhei pra ele e dei um selinho nele depois sorri

Logo dormi no peito dele...

Acordei sozinha, hahaha que legal, olhei em volta e o Rafe não tava aqui, infim fui na banheiro fiz as coisas e tao e desci pra cozinha

- ai que susto- ah pronto sou espírito agora

- eu em, foi mal- falei e fui pro lado dele - quando vai me pedir em namoro de verdade?- falei e ele me encarou

- precisa mesmo?-

- sim, enquanto não pedir não vou ser mas sua namorada- falei e ele revirou o olho e veio pra mais perto de mim

- ta bom então- ele falou colocando a mão no meu rosto e olhando nos meus olhos- você é linda pra porra sabia- ele falou e eu desviei o olhor por vergonha e sorri

- você é lindo pra porra também Cameron- falei e ele me deu um selinho demorado

Meu celular começou a tocar, eu peguei e vi que era Sarah

**LIGAÇÃO ON**

- oi, quer vir pra praia com a gente?- ela perguntou

- quero, posso leva o seu irmão?-

- claro que pode, vem logo- ela falou e ja desligou

**LIGAÇÃO OFF**

- quer ir na praia?-

- não... vai você eu tenho umas coisas pra resolver- ele falou e pegou o celular dele e colocou no bolso - eu te levo- hm, algo de errado não esta certo

- ta... deixa eu so pegar umas coisas- falei e fui la pra cima e arrumei uma mochila com uma outra roupa e essas coisas assim

- vamo- falei descendo as escadas

- ta vamo- ele falou e levantou do sofá e nós fomos pro carro

Cheguei na praia e logo vi os Pogues

- tchau baby- falei e dei um selinho nele e sai do carro e fui até eles

- olá pobres- falei e eles me olharam

- agora a gente tem dinheiro também ta- JJ falou

- é eu sei, tava brincando- falei e ri

Ficamos surfando o dia todo, quando vimos ja era 18h da noite, misericordia, eles tavam conversando mas eu nem tava prestando atenção

- gente vou embora ta- falei e eles me encararam

- nois te leva- John b falou e eu concordei

Ficamos o caminho todo cantando e gritando, até chegar na frente de casa

- PERAI- JJ gritou - de qm é aquele carro ali?- ele falou e apontou pra frente de casa e realmente tinha um carro estranho parado ali

- oxi, n sei- falei e desci da Van - eu vou la ver, fiquei aqui- falei e eles concordaram

Fui até a porta e antes de abrir respirei fundo...

- puta que pariu- falei baixo assim que abri a porta e dei de cara com a cena do Rafe beijando uma loira que eu nem sei quem quer, eles nem notaram minha presença, e eu fiquei parada la olhando aquilo, logo senti lágrimas descendo dos meus olhos

- ana você...- john b falou vindo pro meu lado mas logo viu oq eu tava olhando- FILHO DA PUTA- ele gritou e ameaçou ir pra cima dele mas eu entrei na frente

- não, pfv- falei chorando na frente do john b que olhava pro Rafe com raiva, olhei pra trás e vi Rafe parado me encarando

- n....não é...- não consegue nem fala o idiota

- eu ja entendi- falei e limpei meu rosto com a mão

- vamo embora- John b falou e eu concordei com a cabeça

- não não, perai- Rafe entrou na minha frente

- agora eu entendi oq pq não queria me pedir em namoro- falei olhando nos olhos dele e sai dali deixando ele parado la

Entrei na van e comecei a chorar mais ainda nos braços da Sofia que tentava me consola

O irmão da minha amiga- RAFE CAMERONOnde as histórias ganham vida. Descobre agora