Fifty Three

19.7K 2.7K 1.3K
                                    

Vi nos comentários que ainda tem gente que não "conhece" o Dori, então tá aí👆🏼 e pra quem conhece só apreciem a beleza desse homem, e sim, ele é literalmente o pique Niragui bobinho pelo sobrinho

  Jungkook

Jimin ainda não acordou, estou com tanto medo dele acordar mal, eu precisava ir no banheiro mas e o medo dele acordar e começar a chorar por não me ver e maior, ele vai sentir mais dor pelo esforço

Mas eu tive que ir ou eu ia mijar na roupa,
Fui rápido e voltei praticamente correndo, deitei na cama de volta e ele começou a estirar as perninhas como sempre faz quando está pra acordar

-Coelhinho? -Nem abriu os olhos e já fez um biquinho choroso

-Seu coelhinho está aqui vidinha -Passei a mão no rostinho dele que foi se acalmando -Está sentindo dorzinha?

-Um pouquinho -Ele abriu os olhinhos, é, pelo jeito os meninos que vão resolver o problema

-Advinha quem veio ver o meu carrapato?

-Hum -Ele pareceu pensar -Não sei

-Tio Dori -Meu neném sorriu animado, ele adora esse tio dele, ele gosta dos outros também mas ele tem uma ligação maior com Dori -Ele quer te ver, você quer ver ele?

-Quero - Ele veio pro meu colo -Mas o Jiminie não vai soltar o coelhinho

-Não precisa soltar o coelhinho anjinho, é só ver de longe -Ele vai ficar mais grudado em mim devido ao ocorrido e tá tudo bem

Dei remédio pra dor pra ele e o arrumei, coloquei até prisilha no cabelo loirinho, ele ainda estava meio lento pelo tanto de remédio que tomou mas a dor ele disse que não sentia mais quase nada

Dori me mandou mensagem com a localização de onde eles tinham levado Lion e eu fui direto pra la

Desci do carro indo abrir a porta pro meu neném que já deu os braços sem descer, me abaixei um pouco tirando o cinto dele e o peguei já fechando a porta

-E a dor?

-Pouquinha -Glória, entrei no local que parecia uma fábrica abandonada logo avistando os meninos e o verme

Esses que vieram todos correndo em nossa direção para ver Jimin acordado já que quando eles viram meu anjinho dormia

-Oi baixinho

-Oi Hyung -Falou animado, meu príncipe sorriu pra Jin e foi falando com todos até chegar a vez de Dori -Tio -Sorriu largamente

-Oi meu sobrinho, está melhor?

-Estou -Sorriu, Jimin o chamou com o dedinho, ele se aproximou e meu anjinho abraçou ele, um abraço rápido, mas um abraço

Quando soltou Dori não sorria mais, parecia estático

-Tem certeza que ele tá bem? -Todo mundo riu da cara de espanto que ele tava, Jimin não pega em ninguém e não deixe ninguém pegar nele, ele e carinhoso e fofinho, mais de longe

Única vez que Dori pegou nele foi no dia do casamento que foi ele que entrou com meu anjo, por isso o surto

-Ele está -Meu mundinho assentiu sorrindo

-Agora eu que não tô bem, vou passar mal -O exagero do doido, ele se aproximou de Jimin de novo e ele grudou no meu pescoço -Ah, já voltou ao normal, que susto

Esse cara é estranho

-Como viram meu carrapato esta fazendo hora extra hoje -Puxei ele pra mostrar, ele grudou ainda mais no meu pescoço negando com a cabecinha -Então o serviço e de vocês, podem bater o quanto quiser e fazer o que quiser, mas não mata, a cartada final ta com o Tae -Ia virando as costas mas voltei a posição inicial -O veneno e de ação rápida?

-Não sei, só pedi veneno mortal -Ele virou e começou a ler -Demora quinze minutos

-Podem ir, achei que demorava mais, depois de um tempo vocês dão o veneno e espera ele morrer, quero a cabeça dele

-Tipo literalmente?

-Sim, vou deixar de enfeite na entrada da cidade, esse é o preço que se paga por mexer com um dos meus, e pior ainda, com meu marido

-E pra já -Eles foram de encontro com Lion o espancando, como não tinha onde sentar eu fiquei em pé segurando meu neném que já assistia desenho

Eles ficavam revezando entre um e outro pra bater, a mão deles já estava o puro sangue

-Jeon por favor

-Shh caladinho, vai atrapalhar o desenho do meu marido -Jimin deu uma olhada pra ele que agora apanhava de Yoongi e logo voltou a atenção pro celular, ele estava vendo Masha e o Urso, pensa em uma menina chata, credo. Esperei mais um pouco vendo o sofrimento do homem -Pronto, tá bom

-Bem na minha vez Jeon -Taehyung emburrou cruzando os braços, os namorados olhavam pra ele apaixonados

-Vai logo Taehyung -Ele sorriu e deu mais alguns socos -Agora podem dar o veneno

-O que? Não -Lion falava com dificuldade

-Quando é com os outros é bom né imbecil -Tae estava colocando a mistura em uma seringa e logo foi na boca dele, ele fez pressão nas bochechas fazendo ele abrir e colou lá no fundo jogando tudo

Pouco tempo depois o homem começou a tossir e perder o ar, exatamente como aconteceu com meu garoto, mas a diferença aqui é que ele vai morrer

-Não era quinze minutos Taehyung? Só se passou cinco

-Quinze pra morrer, pra dar efeito e cinco mesmo -Ainda bem que eu esperei, ele não ia durar nada

Ele foi sufocando e eu me aproximei, queria ver sua morte de perto, segurei a cabeça do Jimin pra ele não virar porque a boca dele já estava começando a espumar, que coisa linda de se ver

Mas meu menino não precisa ver isso

Ele ficou se agonizando por mais um tempo desesperado e depois foi perdendo as força até morrer

-Hoseok, corta a cabeça e coloca na entrada da cidade

-Sim senhor

-Vou voltar pro hotel, Jimin tem que descansar

-Vamos voltar pra Coreia hoje ainda, tem alguns detalhes pra arrumar -Apontou pra Jimin e eu assenti já saindo, meu amor estava mais interessado no desenho, coloquei ele no carro de volta que puxou minha cabeça me dando um beijo, eu me abaixei pra ficar mais fácil pra ele e ficamos nos beijando por alguns minutos, só paramos pela falta de ar

Travei o cinto lhe dando mais um selinho e fechei a porta já indo pro meu lado

A programação de amanhã era levar Jimin pra pintar, fazer um quadro, mas não sei se ele vai estar melhorzinho, se sim eu levo ele, se não nós ficamos na cama de chamego, sem problema algum

Protegido do MafiosoOnde as histórias ganham vida. Descobre agora