𝐭𝐡𝐢𝐬 𝐢𝐬 𝐦𝐲 𝐭𝐨𝐰𝐧

570 87 109
                                    

























Narrador


























Sina odiava eventos da cidade.

Não importava que eles eram para homenagear sua família, ela ainda sim odiava, a cidade toda vinha comemorar o fato de que a gangue que vinha aterrorizando a cidade teve seu líder preso, era quase uma festa de agradecimento, "o mal que perseguia a cidade havia sido capturado", ela achava besteira, o resto da cidade? Achava quase uma benção.

A garota sentia que essa era a pior parte de viver em uma cidade do tamanho de um ovo, na cidade grande, quando um bandido é preso, as pessoas ficam felizes e ponto, seguem a sua vida normalmente, não existe comemoração, não tem festa em homenagem aos responsáveis, na cidade pequena é exatamente ao contrário, dificilmente as pessoas vão ouvir de uma gangue numa cidade pequena, por isso, o fato de ter existido uma e a mesma não ter acabado com tudo é considerado um quase milagre para a maioria.

Mesmo assim, Sina ainda odiava.

Isso é..... muito a mesma dizia olhando a decoração no jardim de sua casa

Não fique brava, as pessoas só estão felizes, seu pai aceitou a festa para deixar todos satisfeitos Noah dizia, ele só não sabia se estava dizendo isso para ela ou para si mesmo

Eu não estou brava, isso é só muito esquisito — virava de frente ao moreno — Porque as pessoas fariam uma festa pela prisão de alguém? Digo, eu entendo, tem uns presidentes que se fossem presos eu comemoraria mas.... Aquela gangue? Eles não estavam machucando as pessoas, só eram uns drogados que estavam procurando um lugar para ficar, você nem sabe a quantidade de pessoas que vieram fazer denúncias

Pelo menos eles não foram presos — Noah pegava as mãos da menina — Seu pai lhes deu uma chance, você os deu uma chance, eu sei que foi sua a ideia de dizer as pessoas que eles haviam sido presos

Sina esboçava um leve sorriso.

Isso foi bem inteligente, não vou negar — ela dizia vendo o namorado dar risada — Me fez tão bem ajudar aquelas pessoas, meu pai deu cobertas e roupas e minha mãe deu comida a todos, eu os via sorrindo e agradecendo.... Meus pais merecem uma retribuição, não estou dizendo que não, mas essa festa... essa festa está acontecendo pelos motivos errados, eu não estou brava, só acho injusto

Quer ir embora? Ainda dá tempo de fugir, nosso lugar está lá — Noah dava a ideia, Sina sorria e sentia o mesmo abraça-la por trás

Por mais atraente que essa ideia seja, minha mãe realmente se esforçou para organizar isso tudo, eu não quero deixá-la aqui sozinha.... Além disso a comida tá com uma cara ótima

Os dois sorriam e se beijavam.

Olha só, pornografia — a voz de Heyoon chegava ao ouvido dos dois, fazendo com que eles se separassem para rir do comentário da amiga — Vai aprendendo Joshua

O que.... — respondia meio perdido com a pergunta e sentia Noah batendo em seu ombro enquanto ria

Você pode ser realmente má quando quer — Sina abraçava a amiga — Ainda bem que você veio

𝐦𝐢𝐬𝐬𝐢𝐧𝐠 » 𝐧𝐨𝐚𝐫𝐭Onde as histórias ganham vida. Descobre agora