Justin Bieber POV - Estados Unidos Kansas

Não aguentava mais problemas com aquela boate, joguei meu cigarro no lixo sentindo meu corpo pedindo por sexo, sai daquele escritório subindo as escadas então fui até o ultima porta do corredor. Abri a mesma vendo Angelina escrevendo naquele caderno.

- O que você está escrevendo? - Me aproximei sentando ao seu lado, ela me olhou com um sorriso nos lábios.

- Nada demais. - Ela fechou o caderno rapidamente.

- Quer dormir no meu quarto hoje? - Sorri malicioso, Angelina assentiu me olhando.

- Então vamos.

Fomos até meu quarto Angelina sentou na cama tirando seu sapato, tirei minha roupa ficando apenas de cueca, ela me olhou por completo me analisando, aquela garota tem o dom me de me deixar louco.

- Tive uma ideia melhor, vamos tomar banho comigo? - Ela me olhou desconfiada.

- Você vai gostar prometo! - Ela assentiu indo até meu banheiro.

Angelina tirou sua roupa me dando a visão do seu corpo perfeito, arranquei minha cueca entrando na banheira que estava cheia pela água morna, sentei um gemido sentindo meus músculos relaxarem, Angelina se aproximou sentando do outro lado, neguei fazendo sinal com o dedo para ela se aproximar foi o que ela fez, abri minhas pernas para ela sentar no meio.

- Justin? - Angelina sussurrou enquanto eu beijava seu pescoço.

- Hum? - Murmurei sentindo meu pau ficar duro louco para entrar naquela mulher.

- Como sabemos quando gostamos de alguém? - Franzi minha testa.

- Eu vi em um filme mas não sei como funciona.

- Bom, se apaixonar é uma droga, é e mesma coisa de enfiar uma faca no seu peito. - Acaricie seu seio lentamente.

- Então não cometa esse erro Angelina, quando você gostar de alguém você vai saber. - Ela assentiu suspirando.

- Mas enquanto isso não acontece vamos aproveitar.

Peguei em sua cintura colocando Angelina em meu colo juntando nossos lábios, puxei seu cabelo durante o beijo entrando com força sentindo meu corpo estremecer, desci os beijos até seu pescoço. Angelina começou a sentar com rapidez, fechei meus olhos sentindo cada parte do seu corpo, segurei sua cintura com força jogando a cabeça para trás.

- Justin. - Angelina sussurrou.

- Você está me machucando. - Porra agora que estava bom, rolei meus olhos.

- É porque estamos na água. - Me levantei rapidamente pressionando seu corpo contra a parede.

- Relaxa Angelina, prometo não te machucar. - mordi seu lábio inferior com delicadeza.

Levantei sua perna facilitando meu trabalho, comecei a mover meu quadril entrando e saindo, pelos seus gemidos a dor já havia ido embora dando lugar para o prazer. Sua buceta estava encharcada fazendo meu pau escorregar por ela. Passei minha língua por todo seu peito sentindo um prazer do caralho.

- Angelina, geme meu nome, e implora por prazer. - Mordi seu pescoço deixando uma marca enorme ali.

- Anw Justin, mais rápido por favor. - Sorri ouvindo aquilo.

- Me fode, repete Angelina.

- Me fode toda Justin. - Revirei meus olhos de tanto prazer que aquilo estava me dando.

- Assim Angel, não para! - Puxei seu cabelo olhando em seus olhos.

- Quero te rasgar toda até eu dizer chega.- Angelina sorriu olhando em seus olhos.

Em um ato rápido peguei Angelina no colo logo ela entrelaçou sua perna em meu quadril, agora eu estava completamente dentro dela, caralho essa mulher fodi como ninguém, ela me deixa sem chão depois de um sexo desses. Senti meu pau latejar, fechei meus olhos gozando tudo que tinha direito, logo Angelina chegou ao orgasmo gemendo dentro do meu ouvido.

Não demorou até nosso banho acabar, mas eu precisava de mais eu estava insaciável quando se trata de sexo com Victória Angelina minha garota, joguei seu corpo com força na cama beijando seu colo descendo até sua bucetinha que já estava molhada, oh como aquilo era bom. Abri suas pernas penetrando minha língua como se estivesse fodendo.

- Oh Justin. - Angelina gritou segurando meu cabelo com força.

- Isso é muito bom, mais rápido por favor. - Sorri pegando velocidade com a boca, eu chupava aquilo como se fosse a melhor coisa do mundo, pra mim era mesmo.

- AAANNNWWWW. - Angelina gritou de uma forma assustadora, mas era apenas um orgasmo, tomei todo seu liquido não deixando nada para trás.

Sai da cama massageando meu pau que já estava duro, muito duro comecei a mover minha mão de um lado para o outro rapidamente soltando gemidos baixos, Angelina se aproximou ficando de joelhos pra mim, sorri pois eu sabia que aquela boca era poderosa.

- Me chupa. - Joguei minha cabeça para trás sentindo sua boca tomar todo meu pau, sua língua deslizava por todo canto, aquilo estava me levando ao céu.

- Oh Céus Angelina, vamos garota mais rápido! - Segurei em seu cabelo aumentando os movimentos. Senti minhas pernas ficarem bambas, meu coração acelerou.

- Caralho, vou gozar. - Mordi meu lábio com tanta força que senti o gosto de sangue mas não me importei.

- Porra. - Gemi sentindo meu jato entrar naquela boca maravilhosa.

- Bebe tudo, é muito bom. - Angelina engoliu tudo rapidamente voltando a me beijar.

- Angel, eu estou viciado em você. - Apertei sua bunda com força.

[....]

Sai do quarto enquanto Angelina dormia profundamente, me dirigi até meu escritório sentei na cadeira de couro girando lentamente pensando em como poderia acabar com as porras das dívidas. Abri minha caixinha pegando um pacote de pó branco, franzi minha testa ao ver uma chave, peguei a mesma tentando lembrar de onde ela era.

Fui até a gaveta que nunca conseguir abrir, coloquei a chave da fechadura girando lentamente, assim que ela fez barulho eu sabia que estava aberta, olhei a mesma vendo um papel.

Filho, se você está lendo essa carta é porque já está onde deveria e fazendo aquilo que nasceu para fazer, desde de pequeno eu dizia o quando Victória Angelina é importante e você nunca soube o porque, então essa é a hora.

Quando ela nasceu sua mãe não podia cuidar dela, então ofereci dinheiro em troca da pequena, mas quando ela nasceu sua família fugiu mas ninguém foca longe de Jeremy Bieber, sempre soube que Angelina era ouro Justin, então na noite em que ela chegou eu havia matado toda sua família, então ela já era nossa, na verdade sua porque ela nasceu para ser sua esposa meu filho. Victória Angelina é filha de um dos homens mais ricos da Itália, ele deixou uma fortuna para quem se casar com ela, e claro ela é sua prometida. Mariah sua mãe teve um casa com ele, e logo depois foi embora com o Max seu suposto pai, mas nunca fui idiota sempre soube que aquilo era mentira. Então filho vá atrás dele e pegue seu dinheiro, porque Victória Angelina é seu amor prometido

Jeremy Bieber.

my promised love. (JB)Read this story for FREE!