━━ 45.

5.4K 985 1.3K
                                    

𝗡𝗔𝗥𝗥𝗔𝗗𝗢𝗥.

O coração de Avery dispara dentro do peito. Mesmo que odiasse transparecer emoções ao extremo, provavelmente seria impossível que ninguém notasse o quão nervosa ela está. Caminhando na calçada do Starbucks das paredes de vidro, a jovem só se concentra em não deixar sua mente ser traiçoeira e acabar perdendo a paciência com Kiara dentro da cafeteria. Ainda que ela fosse a pessoa que menos teve ações pesadas durante todo esse período direcionado à Avery, ela era sua melhor amiga que não havia a ligado por duas semanas, sabendo que ela poderia estar tão mal quanto Sarah. A curiosidade atiça Jackson. Como Sarah deve estar? Ela nunca foi de ter explosões de raiva e falar coisas daquele tipo. A Cameron sempre foi na dela, escolhendo não se envolver em brigas e fazendo tudo para não se desentender com as melhores amigas. O que aconteceu? O falecimento de uma pessoa próxima pode mesmo mexer com todo um ambiente.

Ao passar pelas portas do local, Avery respira fundo ao passear os olhos ao redor da cafeteria. Ela não demora para encontrar Kiara sentada numa mesa encostada no vidro, com os olhos perdidos na mesa de madeira e o rosto nitidamente abatido. Ela havia tido uma crise de ansiedade. Avery negou com a cabeça, sabendo como a menina fica abalada após um dos seus ataques de pânico. Sua vontade de cuidar dela é gritante, mas maior do que isso naquele momento, é seu autocuidado. Avery precisava cuidar mais de si e parar de fazer tanto pelos outros. E a hora era essa.

Caminhou na direção da mesa, fazendo Kie levantar os olhos ao escutar o som de seus passos se aproximando. Ela rapidamente ajeita a postura e seca as lágrimas que molhavam suas bochechas. Avery deixou sua bolsa de lado, se aconchegando na cadeira do outro lado da mesa. Apoiou os cotovelos sobre o material amadeirado e mesmo que não quisesse, precisou ter coragem para olhar Kiara nos olhos.

⏤ Já pediu alguma coisa? ⏤ perguntou à morena.

A cacheada negou com a cabeça, fungando levemente.

⏤ Não consegui pedir nada ainda.

Claro que não conseguiu. Ela não parou de chorar desde que chegou até a cafeteria.

Avery suspirou profundamente e pressionou seus lábios um contra o outro. Se levantou, sendo seguida pelos olhos avermelhados de Kiara.

⏤ Pra onde vai?

⏤ Pedir um latte duplo pra nós. Sei que café te acalma.

A garota abaixou a cabeça. Está envergonhada por suas ações, pela situação que acabou deixando sua melhor amiga. A amizade das duas nunca foi de se abalar fácil, mas em duas semanas, havia acontecido coisas que Avery não tinha a mínima ideia. Infelizmente, a morte de Maybank não atingiu apenas a estudante de nutricionismo.

Um pouco depois, Avery retornou pra mesa com dois copos de cafés em suas mãos. Deslizou um na direção de Kiara e abriu o seu assim que se sentou, sentindo a fumaça quente do líquido bater contra o seu rosto. Ambas ficam em silêncio, tomando um pouco de suas bebidas antes de começarem à falar qualquer coisa. Avery não tinha muito a dizer, afinal, Kiara já sabia de tudo. Tinha noção do quão errada foi no seu papel de melhor amiga. Por isso, assim que retomou o ar nos seus pulmões, criou coragem para começar a falar.

⏤ A Sarah ⏤ apertou levemente os dedos no copo de papel. ⏤ Ela tentou se matar logo quando você foi embora.

As palavras arrepiaram todos os pelos do corpo de Avery. A menina franziu a testa e abriu a boca para tentar responder, mas simplesmente não saía nada. Ela estava paralisada.

𝐓𝐎𝐗𝐈𝐂, 𝗰𝗮𝗺𝗲𝗿𝗼𝗻. ✓Onde as histórias ganham vida. Descobre agora