Thirty Six

26.9K 3.4K 3.5K
                                    

  Jungkook

Estou uma pilha de nervos, hoje o dia foi uma merda, nós escolhemos nossos termos e depois foi só ladeira à baixo, tentaram roubar minha carga de novo, Hoseok notou um idiota tirando foto da minha casa e meu Jimin está mais manhoso, não que essa última parte seja ruim mas eu não estou conseguindo dar a atenção que ele merece

Estava na cozinha com ele sentado no meu colo quietinho enquanto eu conversava com os meninos, logo ele se deitou e pegou meu cabelo

Eu estava nevoso e gritando com todo mundo e ele bem calminho só me olhando

-Coelhinho

-Espera meu amor -Ele se calou e eu voltei a conversar, passou cinco minutos e ele voltou a me chamar

-Kookie

-Só um minuto carrapato -E de novo ele se calou só acariciando meu cabelo

-Coel

-O que é Jimin? Vai dormir logo -Falei Alto, ele arregalou os olhinhos castanhos que na hora ficaram marejados -Meu anjo eu não

Ele se levantou rapidamente do meu colo e quando eu fui com a mão pra toca-lo ele desviou e subiu as escadas

Eu fiquei um tempo parado olhando pro lugar onde ele subiu e só aí minha ficha caiu, o que eu fiz?

Me levantei rapidamente e fui atrás dele, encontrei meu pequeno deitado na beirada da cama encolhido com a mãozinha na barriga e de olhos fechados dando pequenas fungadinhas

-Anjo?

-Jiminie já vai dormir, não precisa gritar de novo -Fechei os olhos respirando fundo sentindo uma lágrima querer descer, o que eu fiz meu Deus

-Meu amor -Notei que ele continuava com a mão na barriga e apertando os olhos fortemente, peguei ele pelo bracinho trazendo pro meu colo

-Jiminie está tentando dormir, ele jura -Não aguentei mais segurar e soltei a lágrima que queria descer, na hora escutei a barriguinha dele roncar

Passei o dia tão corrido e com raiva que só notei agora que ele não almoçou, eu nunca fiz isso, nunca deixei ele sem comer e nem alterei a voz pra ele e agora eu faço isso

-Desculpa amor, não queria me alterar com você -Ele continuava forçando os olhinhos -Não precisa dormir vida, vamos comer uh?

Na hora ele abriu os olhos, essa que brilharam, merda, estou me sentindo tão mal agora

-Vamos coelhinho, a barriguinha do Jiminie já está chorando -Ele alisou minha nuca e a vontade de chorar só aumentou

-Você não está bravo com seu coelhinho?

-Não, só não queria que você brigasse comigo de novo, o coraçãozinho do Jiminie doeu, ele não fez por mal, só estava com fominha

-Desculpa mesmo meu amor, eu não devia descontar minhas frustrações em você, você é só meu bebezinho e não merece isso -Eu deveria apanhar por ter feito isso com ele

-Só não grita mais, por favor -Ele me deu um selinho

-Eu prometo carrapatinho -Puxei ele abraçando o corpinho que me abraçou de volta alisando minhas costas

-Amo você

-Te amo mais amor -Meu coração está mais leve mas ainda estou me sentindo mal, ele não tem culpa alguma das minhas frustrações, eu nunca se quer levantei a voz pra ele e agora além de fazer eu fui grosso com meu pequeno

Desci com ele no colo e só passei na cozinha pra pegar minhas chaves e sai rumo a porta de saída

-Vamos comer sanduíche, bem grandão, o que acha?

Protegido do MafiosoOnde as histórias ganham vida. Descobre agora