Thirty

19.1K 2.6K 1.3K
                                    

Jimin

Olhei pro coelhinho e meu coração só se enchia de felicidade, ele é tão bom comigo, tão amoroso, sempre faz questão de dizer o quando eu sou bonito e especial na vida dele

Eu amo muito meu coelhinho, muito muito

Kookie também nunca reclama quando eu chamo ele pra fazer amorzinho já que eu gosto muito de fazer, é bom, muito bom então eu quero sempre

Ele faz carinho em mim e deixa eu pegar no seu cabelo, e por esse e mais milhares de motivos que eu amo ele e amo mais que tudo

-Coelhinho eu já disse que te amo hoje? -Ele me olhou e sorriu

-Já? Não lembro, fala de novo pra eu não esquecer -Eu sorri porque ele faz isso sempre

-Jiminie ama muito você -Abracei ele mais forte sendo retribuído na mesma intensidade -Posso beijar a boca do coelhinho?

-Você pode tudo meu amor, não precisa pedir -Ele acariciou minhas costas -O coelhinho é todo seu

E eu segurei seu rosto juntando nossas bocas, aquela mulher machucou o Jiminie falando coisas feias, mas o Kookie consertou meu coraçãozinho, como ele sempre faz

Nos começamos a mexer a cabeça e ele passou as mãos grandes pelo meu corpinho me fazendo arrepiar

Eu nunca tive medo do meu coelhinho, nem quando ele toca meu corpo, eu gosto em vez de sentir medo

Eu nunca vou conseguir agradecer ele o suficiente por ter me tirado daquele lugar, onde o homem mal me batia, onde ele deixava outros homens mals me baterem, doía tanto, mas o Jiminie não podia reclamar se não apanhava mais então ele foi forte até meu amor ir me salvar

Mas o coelhinho chegou e tirou o Jiminie de lá, ele deu uma casa, comida e amor, ele me dá muito amor

E muita comida também, Jiminie nunca comeu tanto igual come aqui, aqui na casinha do Jiminie e do coelhinho ele pode comer sempre que quiser e o quanto quiser, e não ficar esperando por comida e ela não ir

Kookie não tem raiva do Jiminie por ele falar diferente igual a mulher tinha, ele fala que não importa como eu fale, ele vai continuar me amando

Quando eu notei já estava chorando e meu Kookie preocupado

-O que foi meu bem? Ta sentindo dorzinha de novo? Muito frio?

-Jiminie só está feliz -Empurrei ele na cama e o abracei fortemente e depois enchi o rostinho bonito de beijos

Ele é tão bonito, e é todinho meu

[...]

Kookie me chamou pra ir no shopping hoje e agora estamos aqui, eu gosto de vir, tem muitas lojas, muitas cores, muitas pessoas

Eu não saia da casa do homem mal, nem quando Jiminie passava mal ele saia, mas o Kookie sempre me leva pra sair, me leva pra festa, pra tomar sorvete e pra comprar roupa

Entrei pulando e acabei peitando em alguém

-Presta atenção antes que eu -Se calou -Oi meu sobrinho que bom te ver -Tio Dori sorriu

-Oi tio -Kookie olhava feio pra ele

-Desculpa chefia, não vi que era ele

-Fez o que eu mandei?

-Claro, tudo feito -Eles tem umas conversas que eu nem tento entender, vi uma barraquinha que vendia pipoca e sai correndo quando escutei a voz do meu coelhinho

-Jeon Jimin -Ele só me chama assim nesse tom pra me chamar a atenção, virei pra ele que estava com os braços cruzados, tio Dori já não estava mais lá -O que eu falei sobre correr?

-Que não pode e que o Jiminie se machuca -Ele levantou a sobrancelha -Desculpa, sabe que o Minie ama muitão você não é?

-Manipuladorzinho -Não sei o que é isso, mas ele sorriu e eu sorri também -O Kookie não está brigando meu amor, mas você sabe que não pode não é?

Ele sempre fala que não está brigando comigo quando me chama atenção, e eu sei que não está, quando meu coelhinho está bravo a voz dele fica diferente

-Sei coelhinho, desculpa, não faço mais -Ele assentiu e me deu um beijo, segurou minha mão me levando até a barraquinha

A moça estava de costas, quando Kookie ia chamar tio Dori apareceu de novo

-Chega aqui Chefia, é rápido

-Não sai daí vida, pode pedir sua pipoca -Assenti animado e ele foi conversar com meu tio

A mulher se virou e sorriu pra mim

-Quero uma pipoca dessa -Era colorida, tão bonita

Ela pegou um saquinho e encheu

-Quanto é? -Tinha que ter pegado dinheiro com Kookie

-De graça se você me passar seu número -Ela estava me olhando estranho agora

-Não vou te dar meu número, quero saber quanto é -Ela desfez o sorriso e fechou a cara, fui até o Kookie -Coelhinho vem aqui rapidinho -Ele assentiu pegando minha mão e foi comigo até o lugar -Pergunta quanto é porque ela quer meu número como pagamento

-2 dólares -Bastou ela olhar pro Kookie pra falar o valor, ele estava de cara fechada pra ela

Ele tirou o dinheiro do bolso e colocou no balcãozinho, pegou a pipoca e minha mão e saiu me puxando

Enquanto eu comia ele terminou de conversar com tio Dori, mas não soltava minha mão, e antes de irmos pra alguma loja ele olhou pra mulher de novo e fechou a cara

[...]

Nós entramos em alguma coisa que tinha Sex no nome, eu vi tipo umas fantasias e eu pedi pra entrar, uma moça veio em nossa direção

-Boa tarde, no que posso ajudar?

-Meu noivo quer ver fantasias -Só aí ela olhou pra nossas mãos

-Oh, sim claro, venham comigo -Ela me mostrou várias e eu escolhi duas, quando eu entendi para o que servia eu não deixei Kookie ver

Ela me mostrou várias outras coisas e eu peguei um negócio que ele disse ser chicote, ela me explicou que ele ia usar para bater em mim mas não ia doer, seria prazeroso

Quando eu cheguei no caixa meu homem estava me olhando curioso mas também desconfiado, pulei no colo dele e fui recebido com muitos beijinhos

-O que meu pequeno escolheu?

-Segredo -Ele deu de ombros sorrindo

-Qual é a diferença daqueles dois? -Ele apontou para um spray parecido com o que a moça da loja me deu

-A diferença do tradicional é que esses tem sabores, morango e chocolate

-Quero um de cada -Ela assentiu e meu Kookie passou o cartão -Quer mais alguma coisa amor?

-Não, quero deitar

-Então vamos pra casa meu carrapato -Eu amo quando ele me chama assim, assenti lhe dando um beijo

Protegido do MafiosoOnde as histórias ganham vida. Descobre agora