Twenty Seven

19.4K 2.6K 1K
                                    

E se eu fizesse outra fanfic? Kkkk🤔

  Jungkook

Quando o soro acabou meu menino ainda dormia, a enfermeira que se apresentou como Lalisa tirou e eu levei ele pra casa depois de pagar a conta já que o hospital era particular

O médico disse que meu carrapato pode sentir febre por alguns dias ainda e vai ficar bem decaído se ficar longe da sua fonte de lucidez, que nesse caso sou eu

A fonte de lucidez que ele quis dizer é o motivo pelo qual ele se esquece do ocorrido passado, se eu já me dedicaria total a ele agora bem mais

Já é por volta das dez da manhã quando meu anjo começou a despertar, a garota me informou que o remédio que ele tomou e forte e que ia dar sono mesmo

Eu chequei sua temperatura umas dez vezes desde que chegamos em casa? Talvez!

-Coelhinho?

-Estou aqui vidinha -Ele relaxou o corpinho e só assim abriu os olhos

-Jiminie tá com muita roupa -Sorri indo tirar a roupa de frio que ele estava -Coelhinho Jiminie quer uma coisa

-O que meu anjo quer? -Acariciei o rostinho dele que começou a puxar a própria blusa do corpo

-Muita roupa coelhinho, tira -Nem isso ele conseguia do tanto que estava fraquinho, tentei esconder minha tristeza pra não deixar ele ainda pior e retirei a blusa dele que logo se deitou no meu colo

-O que meu neném quer? -Ele me olhou de baixo arqueando a sobrancelha

-Não lembro então pode ser água -Sorri da cara que ele fez e peguei a água que estava do lado da cama, ele só sentou pra beber e logo estava deitadinho de novo

Ele começou a puxar a calça moletom pra baixo

-Ainda com muita roupa carrapato? -Ele assentiu e eu deitei a cabeça dele na cama e retirei a roupa toda dele deixando ele livre de qualquer pano e voltei pra mesma posição pra que ele pudesse se deitar em meu colo de novo

Ficamos um tempão assim conversando sobre coisas aleatórias até ele voltar a ficar com frio e eu ter que vestir ele tudo de novo

-Está na hora de comer alguma coisa não é meu carrapatinho? -Ele assentiu sorrindo bonitinho já todo empacotado de novo, ele podia tanto melhorar logo

Quanto descemos tinha muita gente na sala, meu príncipe pediu colo e eu peguei

-Chefe tem um assunto sério a ser trata.. -O interrompi

-Não estou trabalhando, resolva com os meninos -Fui indo em direção cozinha

-Mas é que

-Eu Não Estou Trabalhando -Falei pausadamente pra ver se assim ele entendia -E vou demorar a voltar, o que tiver que resolver resolva com os seis aí -Só volto pra resolver qualquer coisa depois que meu pequeno estiver bem e mesmo assim ele vai comigo

-Sim senhor -E a montueira de homem voltou a conversar

[...]

Dei comida pro meu anjo e expulsei todos da nossa casa, meu garoto estava desconfortável com todo mundo aqui, a febre dele estava indo e voltando mas o intervalo entre uma e outra estava bem maior graças a Deus

Ele ficou bem mais manhoso, chegava a chorar tinha hora e me dava tanta dó

O dia passou rápido com meu pequeno grudado em mim, por fim de tanto tirar e colocar roupa nós ficamos só no quarto, quando sentia frio eu enrolava ele na coberta e quando "To com muita roupa" eu tirava a coberta fora

A noite foi tranquila entre aspas, em um momento a febre dele foi parar em 40º de novo mas logo diminuiu, eu não consegui pregar o olho, cochilei uns 20 minutos e ele começou a choramingar e eu decidi ficar velando seu sono  pra não correr risco dele passar mal e eu não ver

Agora estou aqui morrendo de cansaço dando comida na boquinha dele

-Jungkook você dormiu essa noite? -Meu Jimin me olhou assim que Yoongi perguntou

-Dormi, porque a pergunta?

-Você ta morto, parece não dormir por dias -Talvez seja verdade

-Só impressão sua, tô ótimo

Fui assistir filme com Jimin e talvez eu tenha dormido o filme todo, acordei mais descansado e na televisão já passava outro filme, fechei os olhos de novo aproveitando o calorzinho da mão do meu pequeno sobre meu membro e os carinhos em meu cabelo

-Senhor

-Shh, você vai acordar ele -Jimin falou baixinho

-Mas eu preciso falar

-Shh moço, deixa ele quieto, vai falar com o tio Dori

-Posso entrar?

-Pode, ele tá na cozinha -Ele falava baixinho e eu não aguentei segurar e logo dormi de novo

Acordei pouco depois com beijinhos molhados em meu rosto e pescoço

-Jiminie não quer mais ficar dodói, o meu coelhinho tá tão cansadinho -Oh judiação, abracei ele e apertei contra meu peito -Oi amor, dormiu direitinho?

-Dormi sim meu coração -Estou bem descansado, agora eu consigo dar a atenção total pra ele e a noite que logo chega

-Jiminie sabe que você não dormiu a noite -Fudeu

Fiquei olhando apreensivo pra ele

-Eu também sei que você só disse que dormiu pra não me deixar triste ou preocupado -Ele me conhece tão bem quanto eu conheço ele -Meu amor você tem que dormir -Ele me chamando de amor, eu não tenho estruturas

-O coelhinho vai dormir -Ele estendeu o dedinho e eu fiquei pensando se pegava ou não, se eu pegasse tinha que cumprir -Prometo

Aí ele sorriu lindamente pra mim

-Vem, vou pegar um leite pra você -Assenti e ele saiu me puxando, gosto de leite puro ou Leite de banana

Ele sempre coloca em um copo e da na minha boca enquanto me dá selinhos nos intervalos, eu amo isso que temos, esse amor todo, esse cuidado e proteção de ambas as partes

Sou feliz de mais por ter meu carrapato comigo, eu sempre fui amargurado, arrogante, frio e tudo de ruim eu tinha, até conhecer ele, Jimin veio pra me dar paz, pra ser minha paz

Ele foi o primeiro e único homem que eu fiquei e foi tudo tão natural que hoje ele é meu noivo e muito em breve marido, e eu fui o primeiro e vou ser o único dele também

Porque eu falo com tanta convicção? Por que eu sinto o amor que ele tem por mim, é notável por qualquer um, e pra destruir isso eu teria que trair e fazer todas as idiotices que pessoas sem caráter faz

Mas eu não faria, nunca, eu digo com firmeza, eu nunca trairia ou enganaria meu noivo, ele é tudo que eu preciso e não estou dizendo só do sexo, o sexo dele é maravilhoso sim, mas eu viveria uma vida inteira com ele sem fazer isso se fosse a escolha dele

Ele é a minha paz interior, meu ponto de equilíbrio, minha felicidade, enfim ele é meu tudo, tudo de bom no mundo pode colocar nele que ainda vai faltar adjetivos

Somos o primeiro um do outro lado, eu fui o primeiro dele e ele meu primeiro, o que eu vivi antes dele não importa, não mais, um novo ciclo se iniciou desde o momento que ele deitou na minha, nossa cama a primeira vez, ali já foi a chave de tudo, na verdade até antes

Desde o momento que eu beijei ele, que eu toquei seu corpo, que eu senti seu aperto, tudo que eu vivi antes daquilo sumiu, evaporou

A minha vida começou mesmo no momento que eu conheci ele, que eu fui dele e ele foi meu, mesmo antes do toque, antes do beijo, antes do sexo, eu fui dele desde o momento que o loiro de cabelos bagunçados desceu daquelas escadas e parou na minha frente, e eu finalmente sou feliz, sou feliz assim

Estando com ele, tendo ele, sendo dele.

Protegido do MafiosoOnde as hist贸rias ganham vida. Descobre agora