°007°

21.1K 1.7K 1.1K
                                    

Sn on: Comemos e voltamos para o carro

Sn: então... Você foi bem legal hoje!

Vinnie: obrigada, não mereço um beijo por isso

Sn: não!

Vinnie: só um beijo sn

Dou um selinho nele e rápidamente me afasto

Vinnie: só isso?

Sn: sim? E não era nem pra eu ter dado

Vinnie: poxa assim eu fico até triste - faz uma carinha de triste

Sn: pode ficar eu não ligo e vamos logo

O vinnie liga o carro e fomos embora chegando em casa encontramos um tal de bryce Hall

Vinnie: Bryce? Oii - fala apertando a mão dele

Bryce: como você tá? E quem é essa gatinha aí - fala se referindo a mim

Sn: ninguém que te interesse!

Bryce: nossa

Vinnie: minha esposa, quero dizer, casei com ela só para pegar a grana do meu pai

Bryce: nossa ela é muito linda pra ser só um brinquedo

Brinquedo sério puta que pariu, eu sou só um brinquedo, aaaaaaah merda, que ódio não vejo a hora de sair desse lugar e mandar todos eles tomarem no cu

Vinnie: vamos entrar

Sn: SIM, quero dizer sim.

Entramos e eu levei minhas coisas para o meu quarto e o Vinnie ficou conversando com o hall

[....]

Vinnie: sn, se arruma vamos em uma balada hoje

Ele falou isso e já saiu para fora do quarto. O vinnie tá diferente mas eu tô gostando disso! Então eu tomo um banho faço minhas higienes pessoais, e coloco uma roupa não muito decotada pois não quero parecer com nem uma das putas que Vinnie transava

 O vinnie tá diferente mas eu tô gostando disso! Então eu tomo um banho faço minhas higienes pessoais, e coloco uma roupa não muito decotada pois não quero parecer com nem uma das putas que Vinnie transava

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.


Desço e vou em direção a sala onde todos estavam lá esperando eu e madi eu desci e sentei do lado do vinnie

Vinnie: você tá bem gostosa - fala sussurrando no meu ouvido

Sn: mesmo assim não vou transar com você

Vinnie: porra, que saber não quero mais, na primeira oportunidade vou te botar pra fora

Sn: é o que eu mais quero

Bryce: vamos?

Vinnie: você tem certeza que quer que ela vá? - fala se referindo a mim e eu reviro os olhos

Kio: ótimo vamos ou não?

Vinnie: não acho que seja uma boa ideia levar ela para minha boate, lá só vai ter gangster- ele diz olhando para os meninos

Sn: aaah vamos hacker, deixa de ser chato - ele ficou parado ainda encarando os meninos

Vinnie: taaaaa vamo logo, se comporte lá porra - ele diz depois de alguns segundos

Sn: ótimo - falo rindo

[...]

Chegamos no local e só agora eu parei para ver que a boate Era hacker, era uma boate grande tinha alguns andares (acho que os andares de cima eram quartos). Cada um veio em seu carro, eu tive que vim com hacker que ficou o caminho todo quieto até chegar-mos no local, hacker segurou em minha mão (eu achei fofo)

Vinnie: ela está comigo - ele disse passando por dois homens bem grandes que estava no local, ele logo soltou minha mão me fazendo perceber que ele só fez aquilo para que eu entrasse no local - não saia de perto de mim - ele disse e eu apenas assenti com a cabeça e logo passamos pela grande porta que estava logo depois da entrada

Entramos e tinha muita gente ali, muita gente mesmo, e todos olhavam para hacker com um olha de respeito, acho que é por que ele era dono daquilo tudo. Andamos um pouco e eu já não estava mais aguentando ver hacker secando aquelas puta com roupas toda decotada, umas praticamente mostravam todos os seus seios, e outras mostravam suas nádegas, vinnie passava por elas e sempre tinha que fazer ou falar alguma coisa

Vinnie: oi gata - passa por uma puta que estava praticamente sem roupa, e ele bata em sua bunda

Kio: eu vou ali pegar algumas gatas ok? - diz saindo e logo os outros meninos vão atrás

Já estava ficando sem paciência então resolvi sair um pouco, vou até o balcão, e no caminho tinha alguns caras que ficavam batendo em minha bunda e me chamando de gostosa o que era meio desconfortável, pois eu não estou acostumada com isso e não sou nem uma puta para fazerem isso comigo

- ola posso ajudá-la? - o garçom pergunta

Sn: água! Eu quero água! - eu ralei e ele deu uma risada pelo nariz - qual a graça?

- não são muitas das pessoas que vem aqui querendo água, isso é raro, principalmente quando são mulheres tão bonitas como você

Sn: então... Minha água - senti que ele queria algo a mais, eu não sou esse tipo de mulher

- aah sim claro, aqui está - fala depois de um tempo

Pego minha água, pago a ele e saio vou em direção a vinnie que estava beijando uma garota qualquer e eu não gostei do que eu vi, se esse filho da puta quisesse transar com alguém que fosse pelo menos longe de mim, aí que ODIOOO eu odeio você hacker. Não vou ficar aqui vendo hacker pegando alguém enquanto eu fico aqui olhando isso. Vejo algum homem passar e logo o agarro, coço a garganta com a intenção de chamar sua atenção mas não funcionou muito, então fiz com que outra garota se tronbaçe com ele que logo olha para traz e me ver com aquele cara. Quando vi já estava com meu braço preso nas mãos de vinnie que me segurava com força

Vinnie: vamos embora daqui agora. Eu disse que não era uma boa ideia te trazer para esse lugar

Sn: o que foi hacker, não gostou de me ver beijando aquele homem, alto, forte e gostoso? Se você não tivesse me atrapalhando, eu estaria agora em alguma cama transando com ele - vi Vinnie ficar muito puto e eu não entendi o motivo eu não tinha nada com ele. Não tinha sentimento

Vinnie: porra sua filha da puta você é louca? - ele fala praticamente gritando quando já estávamos em seu carro

Continua....

Queria agradecer pelas 511 visualizações, vocês são incríveis, e eu amo cada um de vcs

Obrigada pela atenção e carinho

Se vocês estão gostando, votem e comentem

o acordo com a máfiaOnde as histórias ganham vida. Descobre agora