Capítulo 27

5.4K 791 618
                                    

Maratona 4/4

— Esse é o super café da manhã?— Rafe disse quando eu tirei com cuidado a torta de morangos da cesta de piquenique.

— É a torta do almoço, foi uma grande aventura tirar ela de casa sem ninguém ver.

O senso de aventura das crianças é algo invejável.

— Sim, vai ser uma grande aventura pra Wheezie convencer a família de que devem jantar fora pra ninguém sentir falta da torta.

Comentei cortando três pedaços enquanto a garota distribuía os pratinhos de sobremesa pela toalha, ela inclusive fez questão de trazer dois extras para os irmãos se quisessem participar.

Mas pelo que tenho percebido o prato de Sarah irá permanecer vazio.

— Ah, então vamos comer no restaurante dos Carrera — Rafe disse como se fosse obvio e eu quis mata-lo por diminuir a aventura da garota.

— Isso se a Wheezie fizer a parte dela o que não vai ser fácil — Depois de servir os pedaços em seus pratos alcancei o suco de morango para fazer o mesmo.

— Mas eu vou usar todo o meu charme infantil pra isso dar certo — Wheezie e eu trocamos sorrisos antes que sua atenção se voltasse a torta.

É pra isso que você é paga? Dar falsas esperanças para crianças visivelmente carentes?— Rafe disse próximo ao meu ouvido.

Mordi um morango.

Se você for uma criança visivelmente carentes, sim.

Respondi no mesmo tom aproveitando a proximidade dos nossos rostos para quase não fazer nenhum som.

Mas Rafe também aproveitou a proximidade do seu jeito.

Principalmente quando de uma vez aproximou sua boca da minha me roubando um selinho.

No impulso minha única atitude foi empurra-ló para trás enfiando o restante do meu morando dentro de sua boca.

Não sei dizer o porquê, eu fiquei nervosa e o nervosismo me mandou fazer isso.

— Vocês são nojentos — Me virei para Wheezie totalmente sem graça pela situação.

— Isso Wheezie é um exemplo do que você não pode deixar que garotos façam com você, não pode dar liberdade a ninguém para te tocar sem que você perceba ou autorize.

Dei o meu melhor ou o melhor que o nervosismo me permitiu dar perante aquela situação.

— Eu não diria que dar morangos a ele seja a dica certa — Rafe disse mastigando o morango normalmente — E só pra deixar claro Wheezie, as vezes isso é um tipo de flerte pra garotas que negam o que realmente querem.

— Muito bom você dizer pra sua irmã de 13 anos que o que pode ser descrito como abuso pode ser também flerte.

— Só estou dizendo que cada lado é um lado.

— Só que ela está na idade de aprender que tem um lado muito errado nisso.

— De qualquer forma ela não vai passar por nenhuma dessas duas situações, Alina.

— Ela está aqui e está afim de comer torta em paz com vocês — Wheezie disse visivelmente entediada com a situação.

Rafe ia dizer algo até seu amigo de luzes chegar às pressas.

— Alguém viu a Sarah?— Topper perguntou diretamente a Rafe como se esse estivesse sozinho.

— Já faz um tempo que eu não a vejo — O loiro tomou um gole do meu café tranquilo.

Cara meu café alcoólico deveria ser um segredo só meu.

— Aquela vadia.

Aí eu não suporto ouvir esse tipo de coisa.

— Olha só — Seu filha da puta — Ela deve estar por aí cuidando da própria vida.

— Não falei com você — Ele disse grosseiro.

— Você chamou uma mulher de vadia com a intenção de ofende-la quando ela não está presente, você falou comigo.

Ele olhou nos meus olhos pensativo sobre o que dizer em seguida.

— Vai se fuder.

Péssima escolha.

— Talvez eu e a Sarah tenhamos encontrado o mesmo caminho, tampa o ouvido dela — Rafe revirou os olhos colocando as mãos no ouvido da irmã — Procurando alguém que foda bem.

— Você tem uma alto estima muito boa pra uma babá.

— Você parece confiante demais pra quem chama a namorada de vadia.

Ele se irritou de vez.

— Me avisa se ela aparecer — Falou ao Cameron saindo em passos apressados, Rafe liberou Wheezie.

— Tá vendo Wheezie querida, isso é o feminismo — Falei a ela tranquila voltando a comer o meu pedaço de torta.

Espero que Sarah Cameron faça jus a causa e aproveite bem esse tempo fora.

Baby Sister - Rafe CameronOnde as histórias ganham vida. Descobre agora