Capítulo 17

6.9K 957 1K
                                    

Fiz uma trança lateral nos cabelos da Wheezie enquanto nós arrumavamos para ir ate a sorveteria, inclusive tirei uma foto da garota usando o espelho para mostrar além do meu talento seu lindo sorriso.

— Agora a gente precisa ir ou vamos realmente voltar muito tarde — Peguei minha bolsa abrindo a porta para sairmos — E então qual sabor você mais gosta?

— Acho que gosto um pouco de todos, mas gosto mais de chocolate.

— Chocolate seria o meu favorito também se não existissem tantos sabores melhores — A abracei de lado em um gesto de carinho enquanto descemos juntas as escadas.

— Me fizeram esperar quase uma hora do horário combinado — Rafe disse próximo a porta.

— Combinado?

— Eu pedi pro Rafe levar a gente, mas esqueci de te avisar — Wheezie disse tranquilamente.

É claro que esqueceu...

— Tem algum problema eu acompanhar vocês? Ali?.

Ali? Por que um apelido que eu sempre odiei parece tão bom de ouvir.

— Nenhum problema, é melhor a gente ir — Falei apressando a nossa ida, o que eu estava torcendo para ser uma tarde divertida agora eu torço para acabar rápido.

Nos sentamos em uma mesa de canto, me apressei para sentar ao lado de Wheezie e fiquei aliviada quando Rafe tomou o lugar a sua frente.

— Se nós vamos pedir um sorvete tamanho família não faz sentido ter apenas o sabor chocolate — Argumentei contra eles.

— É o único sabor que vale a pena de verdade nesse cardápio — Wheezie disse.

— Eu concordo, o seu menta não tá com nada.

Olhei para Rafe sem acreditar na sua péssima decisão em falar mal do melhor sorvete já existente.

— Então vamos pedir chocolate, morango e abacaxi — Falei me dando por vencida — Ou vocês vão dizer que morango e abacaxi também não são bons o suficiente pro chocolate?

— Da pra trocar o morango por pistache?— Quase acertei ele com o cardápio.

— Quem é que gosta de sorvete de pistache? Pistache é comida de passarinho.

Wheezie deu risada.

— Se você não gosta é porque não provou.

— É claro que eu não provei, eu tenho um gosto perfeito para sorvete e pistache nunca entraria na minha lista.

— Podemos fazer um acordo.

O encarei com atenção.

— Acordo?

— Podemos pedir menta e pistache, quem gostar do sabor que o outro escolheu paga uma prenda.

— E que tipo de prenda é essa?

Ele se encostou na cadeira aparentemente pensativo e sorriu me causando calafrios.

— Isso podemos decidir depois.

— Fechado — Concordei imaginando que poderia ser algo divertido e que também fosse divertir a Wheezie nessa tarde.

— Vocês são ótimos, mas ainda vou querer comer apenas o de chocolate — A garota deu sua certeza.

Não demorou quase nada para entregarem o que pedimos.

— Faça as honras — Falei a Rafe sobre ele experimentar primeiro, sua irmã e eu trocamos sorrisos em expectativa.

O garoto pegou uma das colheres e remexeu um pouco no sorvete antes de colocar uma quantidade pequena entre os lábios, em seguida fez careta.

Impossível.

Não que ele ainda seja bonito fazendo careta, mas que ele não goste de sorvete de menta.

— Você só pode estar brincando — Me indignei.

— É péssimo.

— Wheezie prova você — Olhei para a garota que colocou uma colher do sabor de chocolate na boca.

— Desculpe, Alina — Sorriu — Já estraguei o meu paladar, mas é a sua vez de provar.

Respirei fundo tomando coragem antes de levar a única colher ainda limpa ao sorvete verde, peguei uma quantidade mediana que me deixasse sentir o sabor real para ser justa.

— Estamos esperando — Encarei Rafe com raiva por ser apressada.

Coloquei a colher entre os lábios e quando a retirei fiquei alguns segundo saboreando a cremosidade.

Primeiro um sabor forte que quase me faz odiar, em seguida ele se adoça e parece perfeito.

— Preciso dizer que avisei e que você perdeu — Rafe e Wheezie bateram na mão um do outro.

Por um segundo não me importei em perder, é bom vê-los felizes juntos.

— Tá bom, eu admito que talvez eu tenha gostado um pouquinho — Dei um sorriso — Mas eu ainda não estou conformada com vocês não gostarem do de menta.

— Na próxima vez você pode tentar um sabor melhor — Wheezie zombou de mim em sinal de apoio.

— Claro que sim, na próxima vez vocês vão provar o sorvete de passas — Falei — Não vende aqui, mas eu sei fazer.

— Acho que alguém não sabe perder, Wheezie — o loiro disse como se eu estivesse apelando.

— Não nem vem, o sorvete de passas é muito bom e vocês vão adorar.

— Acho que ela precisa de uma colher de sorvete de chocolate pra ficar menos chateada — A Cameron mais nova não nega o sangue que tem.

— Você tem total razão — Rafe usou a sua colher para pegar uma quantia de sorvete e em seguida a aproximou do meu rosto.

O que ele está fazendo?

— Abra os lábios e me deixe satisfazer você.

Abri um pouco os lábios deixando a colher de Rafe deslizar por entre meus lábios mantendo meus olhos fixos nos seus.

Ele se afastou, congelei quando ele aproximou mais uma vez sua mão do meu rosto limpando o excesso de sorvete; quase me derramei quando ele levou o polegar sujo até os lábios em um movimento sexy.

— Tá legal, menta não é tão ruim — O comentário de Wheezie que parecia mais concentrada em aproveitar o doce me trouxe de volta a realidade.

Passei a mão pela nuca um pouco desconfortável pela situação e pela excitação.

— Eu avisei — Respondi a garota agindo "normalmente".

Espera, "abra os lábios e me deixe satisfazer você" tem um duplo sentido ou eu sou muito maliciosa?

Baby Sister - Rafe CameronOnde as histórias ganham vida. Descobre agora