Capítulo 11

7.2K 908 164
                                    

— Qual a possibilidade de você estar me perseguindo?— Me encostei no batente da porta vendo a confusão sem olhar na direção de Rafe.

— Praticamente nula — Deixei claro — Qual a possibilidade de você estar me perseguindo?

— Inexistente.

Vi Sarah gritar e gesticular algo na minha direção.

— Acho que ela quer que você vá até lá, quem sabe salvar o seu namorado de mais uma surra.

— Digamos que eu não tenho nada haver com isso — Também não quero e nem posso me envolver em uma confusão desnecessária.

— Da pra você fazer alguma coisa?— Ouvi Sarah dizer mais próxima — Eles vão se matar.

Aí gente que exagerada.

— Tá legal, vou resolver o seu problema.

Garanto a ela dando alguns passos antes de arrancar a tomada os fios da caixa fazendo o som da música parar de vez.

— MAS QUE MERDA, QUEM FOI QUE CHAMOU A POLÍCIA?— Gritei quase em pânico e então todo mundo saiu correndo, com o susto John B e Topper se separaram.

— Não foi uma ideia ruim — Sarah disse como um agradecimento.

— Sabe o que seria uma ideia melhor? Você parar de ficar entre os dois, assim o JJ apanharia ao invés do John B que tenta resolver as coisas e apanha porque o seu namorado tem ciúmes.

— É isso que você percebe vendo de fora? Que estupidez.

Observei as costas de Rafe enquanto ele andava até a confusão já "encerrada".

— Eu leio muito bem as pessoas, Sarah — Comentei com ela — Por isso estou me mantendo distante dessa situação, eu sei que vou me machucar mais que fisicamente se me meter em uma briga entre esses dois e garanto que não estou afim de passar por isso agora.

— A gente precisa ir — Quase me assustei quando John B chegou ofegante, virei um pouco o rosto vendo seu lábio sangrando e as bochechas um pouco avermelhadas.

— Claro — Dei um sorriso — A gente se fala depois, princesinha kook — Dei um sorriso para Sarah antes de ser abraçada pelo garoto enquanto nós afastamos da Cameron — Está tudo bem?— Perguntei a ele com ele me preocupando sobre isso ter afetado mais que seu rosto bonito.

Ele me respondeu apenas com um movimento de cabeça enquanto passava o dedo sobre os lábios com a intenção de cessar os sangramento.

Baby Sister - Rafe CameronOnde as histórias ganham vida. Descobre agora