Capítulo 10

6.3K 805 318
                                    

— Você falou com a Sarah?— Revirei os olhos de costas para John B.

— Eu trabalho na casa dela é bem comum que a gente converse vez ou outra — Respondi na boa encostada em uma parede vendo a multidão de pessoas que se aglomeravam em volta da tv, o nosso lado da ilha ainda não tem energia.

— Sobre a gente, Alina — Aí que tédio — Ela falou comigo sobre você se sentir insegura sobre eu e ela, eu e Sarah Cameron como se fôssemos algo mais que inimigos por natureza?

Tomei um gole da minha bebida.

— John você é bonito, é bom de cama, tem toda essa liberdade para fazer o que quer que eu adoro — Falei ainda sem olhar para seu rosto — Mas não é tudo isso, é imaturo e um bebê então eu não fiz uma cena de ciúmes.

O ouvi rir sem humor.

— Fez o que então?

— Perguntei se ela tem a intenção de ficar com você, eu não tenho nenhuma força de vontade para brigar por um cara e pela sua atitude agora preferia que ela tivesse dito a verdade.

— A verdade?

— De que rola um clima entre vocês e que todo mundo que ficar no meio vai se ferrar, essa verdade.

— Ela é a droga da princesinha kook e se você não consegue perceber eu sou muito afim de você.

Dei um sorriso me segurando para não rir.

— Você é muito afim da universitária gostosa liberal que notou você — Falei ainda olhando a tv — Esses geradores de gente rica parecem mágicos.

— O que está insinuando?

— Estou "insinuando" que não vou parar de transar com você só porque a Sarah quer isso também, ela que se ferre — Falei como se fosse obvio — Mas eu também não vou ficar batendo boca sobre você querer ou não dormir com ela, se você quiser convidar ela pro nosso lance também beleza, mas eu não vou brigar.

— Você está agindo como uma louca — Ele disse — Mas é bom saber que não vai parar de transar comigo.

— Faz parte da vida, as vezes temos que fazer certos sacrifícios para manter o bom sexo diário — Falei como se fosse obvio — Mas me avisa quando começar a rolar amor de verdade entre vocês dois pra eu simplesmente não ser jogada de escanteio.

Bebi um pouco do líquido amargo do meu copo.

— Merda JJ — John B disse vendo o amigo metido em confusão.

Virei minha bebida em um só gole antes de sair dali sabendo que muito seríamos expulsos no momento seguinte.

Baby Sister - Rafe CameronOnde as histórias ganham vida. Descobre agora