Capítulo 9

7.6K 966 187
                                    

— Ainda não acho isso uma boa ideia — John B disse olhando a multidão que se espalha a pelo quintal dos Thornton.

— Já passou da hora da gente estragar uma festa deles — JJ disse.

— Sem brigas, não era nem pra gente estar aqui — Kiara o repreendeu — Nos vamos ficar só um pouco e depois vamos embora, entenderam?

— Espero que você esteja certa e isso não termine em uma declaração de guerra oficial — Pope disse pra mim enquanto os outros se afastavam em direção a casa.

— Eu também espero — Falei a mim mesma antes de começar a acompanhá-los.

Depois de pegarmos alguns copos de cerveja o pessoal começou a se espalhar, Kiara achou alguém para conversar, Pope encontrou alguém para falar sobre coisas inteligentes e JJ está sendo o JJ por aí.

— Você parou de beber por algum momento hoje?— John B perguntou quando estávamos já sozinhos.

Sim, quando Rafe pegou meu copo e me deixou o dia todo esperando o momento da minha demissão.

— É claro que parei, eu estava no trabalho — Contei como se fosse a coisa mais óbvia do mundo.

— A sua tia falou comigo, ela tá preocupada.

— Ela acha que eu estou me tornando uma alcoólatra, mas eu não bebo o tempo todo — Eu falei como se fosse obvio — Espera, ela falou com você? Ela acha isso aqui — Apontei para nós — Mais um dos meus erros.

— Talvez ela só esteja pensando que você ia para o Havaí e seus pais imploraram para que você viesse para Outer Banks, dá pra deixar as pessoas ajudarem você?

Me afastei um pouco de John B.

— Eu faço psicologia se eu precisasse de ajuda teria ficado na faculdade e procurado por ajuda — Falei como se fosse obvio e tomei um gole da minha bebida — Vou buscar gelo.

Sai de perto de John B antes que ele conseguisse atrapalhar a minha noite.

— Gelo pra cerveja?— O ouvi perguntar de forma indignada.

O interior da mansão também se encontrava lotado, pessoas bêbadas ou se agarrando por todos os lados.

Terminei a minha cerveja enquanto fazia com algumas garotas que eu nunca vi na vida saindo minutos depois com um copo de margarita, quando voltei a área da piscina não precisei me esforçar muito pra ver John B e Sarah conversando por ali.

Topper (o garoto das luzes) mas parecia nada feliz com que estava vendo, então eu preferi me manter distante para não correr riscos de apanhar de supetão.

Sentado um pouco mais afastado em uma mesa quase lotada estava Rafe Cameron fumando um desses narguiles de gente rica, parecendo não se importar muito com os amigos que estavam se divertindo a sua volta.

Observei seus lábios se abrirem e a fumaça escapar por eles, bem sensual.

Percebi que estava encarando demais quando ele olhou de volta, então eu dei as costas voltando para dentro como se nada tivesse acontecido.

Baby Sister - Rafe CameronOnde as histórias ganham vida. Descobre agora