━━ 21.

8.3K 1.1K 2.6K
                                    

𝗥𝗔𝗙𝗘

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

𝗥𝗔𝗙𝗘.

Não é como se eu não tivesse me acostumado com garotas dentro do meu carro. Mas essa em específico, era mais confusa feito um quebra cabeça. Percebo que por todo o caminho para minha casa, ela procura qualquer outra distração pra não ter que olhar na minha cara. Observa a estrada pela janela de vidro, brinca com as próprias unhas ou batuca os dedos na pele de suas coxas. Acho um pouco de graça. Não esperava, em cem anos da minha vida, ver Avery Jackson tímida. Me arrisco à falar que ela é uma versão mais baixa e de batom minha. Sempre com a arrogância do tamanho do mundo, mas com coisas tão fúteis de pequena, quase se derretia por inteiro.

Assim que Pope respondeu minha mensagem perguntando se eles já estavam em casa com uma foto segurando uma cerveja e dizendo que não voltava antes do sol raiar, guardo o telefone no bolso e paro meu carro em frente à minha fraternidade. Avery rapidamente sai do carro e logo noto que deixa seus sapatos embaixo do banco do carona. Teríamos tempo pra que eu devolvesse seus saltos, além disso, ela é o tipo de mulher que rasgaria a minha garganta se desse seus saltos pra outra pessoa.

Giro as chaves nos meus dedos, entrando na minha casa e escutando os passos baixos de Avery atrás de mim. Ela sabia bem o tamanho de nosso apartamento, já esteve aqui antes. Quase faço uma careta ao me recordar que ela já dormiu com John B, JJ e Pope. Provavelmente, estava prestes à dormir comigo também. Na mesma hora, sinto minha garganta arranhar pelo incômodo.

Me sinto usado.

⏤ Quer algo pra beber? ⏤ sou educado.

Ao me virar pra menor, ela tem um saquinho de erva entre os dedos e um sorriso fraco. É óbvio que ela carrega maconha pra todo lado. Não devia esperar menos. Afinal, ela bolou um baseado em quase cinco minutos quando me encontrou no ginásio de madrugada. Me pergunto o porquê de sua fascinação com a droga lícita.

Ela me segue escada à cima, passando pelo corredor extenso e chegando na minha suíte. É. Eu fiz questão de ficar com o quarto maior usando o argumento de que era o capitão, portanto, teria mais cansaço físico e precisava de um bom descanso. JJ e eu quase caímos na porrada na hora de alugar o apartamento nesse dia.

⏤ Não me lembro do quarto do John B. ser assim. ⏤ ela comentou, caminhando até a varanda do cômodo.

⏤ Aqui é a suíte. ⏤ me coloco ao seu lado, tocando minhas costas na parede.

Avery tira sua jaqueta e a deixa de lado, começando a preparar seu baseado completamente focada.

⏤ Óbvio que é ⏤ diz, com humor. ⏤ mauricinho demais pra ficar num quarto comum.

𝐓𝐎𝐗𝐈𝐂, 𝗰𝗮𝗺𝗲𝗿𝗼𝗻. ✓Onde as histórias ganham vida. Descobre agora