02

3.6K 291 56
                                    

Olho nos olhos dele enquanto ele entercala o olhar entre minha boca e meus olhos

- Rafe Rafe vc so olha mas n tem coragem de fazer- falo provocando o mesmo, particularmente eu amo provocar ele

- será?- ele fala chegando mais perto, oq me faz fica com borboletas
Ele chega perto da minha boca e para me provocando

- gosta de me provocar ne Cameron- falo baixo quase em um susurro

- gosto, mas prefiro fazer- esse puto sabe mesmo me provoca

- então faz- falo e ele me encara com uma cara de malícia
Ele encosta os labios no meu,iniciando um beijo lento mas provocativo, ele pede passagem pra língua e eu logo cedo, ele coloca a mão na minha cintura me puxando pra mas perto, eu coloco uma mão na sua nuca e a outra em seu peitoral, nos seperamos por falta de ar, maldito ar, ele me olha sorrindo malicioso.

- é Cameron ate q vc beija bem- bem e pouco o menino beija bem pra CARRALHO

- vc até q da pro gasto- ele fala e eu olho pra ele irritada, ele ri da minha cara, e sai de cima de mim

- PRONTO WHIZZIE JA PODE ABRIR A PORTA- Ele grita me fazendo rir

- acho q ela n escutou- falo me levantanto da cama

- notei- ele fala debochando

- e agora?- falo preocupada

- e agora oq?- ele fala deitando na cama

- se ela n abrir a porta vou ter q dormir aqui com vc- falo com leve medo da resposta

- ou vc pode pular a janela- ele fala com se fosse simples

- a claro, nessa mansão de 40 andares se eu cair dessa altura aqui filho eu morro, e eu n to afim de morrer hj- ele me olha rindo do meu comentário

- então vai ter a dormir aqui comigo pequena- faço uma cara triste olhando pra ele- nem vem eu sei q vc quer dormi agarrada comigo- ele fala se achando, n era mintira mas n ia admitir isso nunca

- ai credo eu não, vc é estranho-  falo olhando pra porta pra ver se eu arrumava alguma solução pra sair dali

- n foi oq vc demostrou agorinha- ele fala se referindo ao beijo
O olho com uma cara seria pro mesmo

- WHIZZIE ABRE ESSA MERDA- falo gritando e escuto ela chegando perto da porta

- se n oq?- ela fala com a maior calma do mundo

- se não eu conto seu segredo pro Rafe- falo olhando pro Rafe q me olhava curioso

- Vc n faria isso- ela fala com um leve desespero na voz

- vc quer testa?- pergunto e escuto ela abrindo a porta

- obrigada- falo rindo da mesma

- chata- ela fala irritada

- tchau Rafe estranho- falo saindo do quarto

- tchau- ele fala sem muita atenção pois estava vidrado no celular

Whizzie me ajudou a arrumar o quarto q vou dormi, n demorou muito pois ja estava praticamente tudo arrumado. Estava quase indo dormi quando me lembro q n tenho pijama e se eu dormisse com essa roupa n teria outra pra usar amanhã, penso em pedir uma roupa emprestada pra whizzie mas ai lembro q n cabe, lembro das coisas da Sarah q eu espero q estejam aqui, abro a porta com cuidado e vou andando em direção ao corredor enorme quando sinto alguem pegar na minha cintura, olho pra trás e vejo Rafe

- Quer me mata do coração?- falo assustada

- AI foi mal, oq vc ta fazendo?- ele pergunta com uma voz incrivelmente rouca q misericordia

- eu n trouxe roupa intt tava indo ve se no quarto da Sarah tinha alguma pra eu pega emprestado- falo baixo por medo de acorda whizzie

- nem tenta n tem nd la, Rose quardou tudo em caixas q estão la no porão- ele fala mexendo no cabelo oq tira um pouco meu foco na conversa

- merda e agora?- pergunto sem ter menor ideia do que fazer

- vem- ele fala me puxando pro seu quarto

- oq vai fazer? N vai me matar ne?- falo fingindo preocupação

- claro vou te foder depois de matar, oq acha?- ele fala sério oq me fez rir um pouco alto demais- isso acorda casa inteira- ele fala fechando a porta do quarto

- so tem nois três aqui burro a única q poderia acordar aqui seria a whizzie- falei simples

- será q so tem nós três aqui?- ele fala pra me colocar medo, ele sabe q tenho medo dessas coisas

- para idiota- falo dando um tapa em seu braço,oq faz ele me da um leve empurrão, eu empurro ele devolta e assim a gente começou uma guerra de traviseiros, quando escutamos um barrulho vindo la de fora

- ai credo- falo assustada indo pra mais perto do rafe

- ta com medinho Ana banana?- ele fala rindo da minha cara

- nossa q engraçado- fingo estar rindo

- infim vou te emprestar uma roupa minha- ele fala indo em direção ao seu quarda roupa enorme de kook - aqui- ele me entrega uma blusa branca simples e um short cinza

-brigado- falo pegando a roupa e indo em direção a porta do quarto

- pera- ele fala e me puxa pra perto dele

- oq foi Rafe- falo impaciente

- n vai nem me da um beijo de boa noite- ele ja carinha de cachorrinho abandonado

- eu deveria?- pergunto sorrindo pro mesmo

- não, mas eu quero- ele fala colando nossos lábios em um selinho demorado

- boa noite pequena-
- boa noite Rafezinho- me lembro q chama ele assim quando menor, ele sorriu e eu fui pro quarto.

Coloquei a roupa q Rafe me deu e deitei pra dormir, mas n estava conseguindo então começei a lembrar de como Rafe era "diferente" comigo ele sempre foi meio diferente comigo,com os outros ele é meio "grosso" sla n sei explicar mas comigo ele sempre foi assim sabe? Infim peguei no sono.

Continua...

O irmão da minha amiga- RAFE CAMERONOnde as histórias ganham vida. Descobre agora