Part 2

10.9K 155 11
                                    

Passaram semanas e eu e a minha madrasta continuamos agindo normal, eu comecei a entrar no jogo dela me fazendo de sonsa como se nada tivesse acontecido. Na quarta o papai disse que ia jogar com os amigos, eu tinha que ficar em casa para fazer uns trabalhos da escola, a Luana ficou em casa também já que o papai pediu. Ele foi jogar e eu fui para meu quarto, fechei a porta e a Luana tava na sala, tirei minha roupa para tomar banho e estudar relaxada, quando sair do meu quarto me deparei com aquela cena da Luana deitada de pernas abertas, a calcinha dela dava para destacar bem a sua buceta, com uma roupa fina que destacava bem seus peitos grandes. Parei de pensar e fui tomar banho e esfriar aquele fogo pela minha madrasta. Entrei no banheiro e comecei a dançar as músicas que eu coloquei, mas chegou no ponto da música que me bateu um tesão, como a Luana estava dormindo eu podia me masturbar relaxada. Comecei a me tocar e gemer gostoso.
-"aaahmmm... que delícia, aaahm... assim, hmm." fiquei por trás da porta e encaixei a minha perna na parede e comecei a me fuder.
-"aaahmm... ai meu deus que delícia, aaahmmm..." eu metia meus dedos com força na minha buceta molhada, socava lá dentro, enfiei mais um e mais outro.
-"ai caralho, vou gozar, puta que pariu" meu sabonete caiu e quando fui pegar deixando minha bunda totalmente de frente para porta, sentir dois dedos se enfiando na minha buceta, me jogando na parede do banheiro e puxando meu cabelo molhado, a minha madrasta me comia com força.
-"que delícia minha pequena, sua buceta tava me fazendo pingar te tesão! quero te fuder faz tempo! hmmm" enquanto ela socava os dedos dela na minha buceta eu abria mais minha perna.
-"então fode, me fode gostoso, eu quero gozar"
ela começou a me fuder mais e mais, até que eu gozei, ela me virou e colocou sua perna no meu ombro e começou a me chupar, ela chupava tão gostoso, parecia uma profissional.
-"oohmm assim vai, aaaahm, vou gozar de novo" gozei mais uma vez, treme no ápice do meu gozo. ela se levantou e me beijou, aquele cabelo molhado batendo na bunda dela... ela tava muito sex! virei ela de costas e dei um tapa na sua bunda.
-"aahm... que delícia, bate mais" e bati de novo, apalpando sua bunda, que delícia de bunda, por isso que meu pai comia ela gostoso, virei ela e cair de boca nos seus peitos enormes, enquanto massageava e chupava eles, ela implorava que eu a chupasse.
-" me chupa vai, agora, me chupa gostoso!"
-"calma, quero brincar mais com seus peitos deliciosos"
-"quero agora, me fode vai, me chupa por inteiro!"
-"Como que pedi?"
-"chupa a mamãe vai, me come enteada gostosa, quero sentir sua boca na minha boceta"
com isso não pude negar, desci e chupei ela, sugava aquele clítoris gostoso dela, e pincelava minha língua na sua boceta, descia e subia, e fazia movimentos giratórios na língua. Ela gritava de tesão!
-"aaaaaaaahmmmmm... que enteada gostosa, aaaaaaahmmmmmm, vou gozar, aam aam aaam aammmm, a mamãe vai esguichar em você" quando sentir seu gozo todo na minha cara -"aaaahmmm, issoo caralhooooo gozei, que delícia de gozada"
Nos levantamos e fomos para o quarto, ela me jogou na cama, me colocou com as pernas abertas e pegou a sua buceta, abriu e encaixou na minha, ela esfregava a buceta dela na minha, eu estava louca de tesão por aquela mulher, meu corpo todo gritava por ela.
-"isso,isso, vai, assim, que roçada goostosaaammmm..." ela roçou mais, ver aqueles peitos pulando na minha frente, e sentir a sua buceta molhada na minha me fez gritar de tesão.
-"aaaaaaaaahmmmmm, assim mamãe, vai"

gozamos quando escutamos uma zoada de chave tentando abrir a porta, ela correu para o quarto e eu fechei a porta, me enfiei dentro das corbetas fingindo que estava dormindo, e realmente dormi, acordei e fui tomar meu café, já era tarde umas 12h então decidir almoçar logo, a minha madrasta estava na cozinha, ela me recebeu normal.
-"bom dia pequena, o almoço estar pronto, o seu pai vem almoçar jaja" como eu já tinha planejado entrar no jogo dela, eu me fiz de sonsa, até tratei ela friamente.
-"tudo bem?"
-"hmrm"
-"ok, é... vamos almoçar?"
-"vou esperar o papai, vou tomar banho."
-"tem algo que eu possa fazer para você?"
-"Não."
ela se calou e continuo fazendo as coisas, enquanto no banho eu decidir não fazer mais nada com ela, essa mulher estava me deixando louca!
Botei um vestido qualquer, sem calcinha mesmo, eu ia sair a tarde, tava hidratando meu cabelo então não fiz questão de colocar uma roupa legal. Papai tinha chegado, e eu fui para cozinha almoçar, ele sentou do meu lado e ela na minha frente, teve uma hora que o papai saiu para atender um telefonema, e nós duas ficamos a sós, mas eu fiquei calada, ela também, quando ela deixou cair a colher dela, ela foi pegar, eu fiquei quieta, quando sentir ela abrindo minha perna com força sem ao menos eu reagir ela abocanhou minha boceta, ela chupava gostoso, enquanto eu gostava e pedia para parar.
-"ahmm para porfavor, não podemos.. aaahm"
-"deixa eu te chupar nem que seja pela última vez"
eu deixei, ela encheu a sua boca com a minha buceta, e chupava muito, papai entrou correndo na sala e saiu sem ao menos perceber que sua mulher estava me chupando, e eu gemendo de tão gostoso.
Ela se levantou, tirou seu vestido, ficando totalmente nua, ela sentou no meu colo, e me beijou, peguei meus dois dedos e penetrei nela, entrou com tudo já que ela tava muito molhada, ela começou a cavalgar nos meus dedos, enfiei mais um.
-"aaaahm, que delícia, aaahm, mais um vai."
enfiei mais um, e ela cavalgava mais, fazendo até zoada na cadeira, suando e gemendo, ela me beijou com força, e começou a esfregar minha buceta molhada, gememos juntas.
-"aahm, aahm, que delícia."
-"aaahm, aaahm, demais, vai, vai!."
-"Você é a minha, você é muito gostosa minha enteada"
-"Você é mais, mamãe"
-"aaaaaaaaaaai que delíciaa" Sentir seu gozo nos meus dedos, e ela abaixou a cabeça ofegante, e cansada, tirou a mão da minha buceta molhada. Ela me beijou e disse:
-"Quero comer você!" me levantou, e me colocou em cima da mesa, me fez ficar de perna aberta, pegou um pênis de borracha, colocou nela, ela me chupou até eu me molhar todinha e enfiou a pica de borracha, no começo bem devagar, depois ela meteu com força, já que tinha um dispositivo dentro dela que fazia ela sentir prazer se ela metesse com força.
-"quero te fuder todinha filhinha, aaaaaahm você é tão gostosa, aaahm"
-"me come vai mamãe, aaaahmmm, aaahmm, que delícia de pica que você tem!"
Ela ligou o pênis e começou a vibrar, puta que pariu, fiquei louca!!
-"ain caraaalhoo, aam aaam aaam aaam aam. você me fode tão gostoso mamãe, fode minha bucetinha vai, goostosooo, aaaaaahmmmm...."
-"que buceta gostosa, delícia de buceta, quero fuder mais... aaahm, aaaaahmmm... delíciaa"
-"isso, vai, vai, vaaaaaaaahnmmmm..."
gozei gostosoo! melhor gozada da vida! fiz o mesmo com ela.
-"isso, assim, mete mais mete, hmmm delíciaaa, quero ser fudida vai filha me fode todinha!" Fiz ela gozar, depois coloquei ela de 4 pincelei a buceta dela, e enfiei a pica naquele seu cu gostoso, meti com um vibrador, e enfiei todo.
-"hmmm come meu cuzinho vai, come gostoso sua puta!"
eu batia e fudia ela, apertava sua bunda gostosa.
-"que Delícia de bunda, sua gostosa, vou te comer todinha!"
-"aaahmmm vou gozar, continua vai, não para, aaahmmm"
Ela começou a esfregar a buceta dela, e ela gozou"
-"hmm, que delícia" ela falou de 4, se sentou na mesa e pegou o pica, ligou o vibrador, encostou na sua buceta, e enquanto me beijava e se esfregava no pau.
-"aaam, vou gozar de novo, hmmm"
ela gozou mais uma vez, transamos mais e mais, até que cansamos, eu fui tomar banho, e dormi de tão exausta que fiquei.

(PARTE 3 E ULTIMA PARTE DA HISTÓRIA DA MADRASTA)

Lésbicas +18 Onde as histórias ganham vida. Descobre agora