AS SETE VIDAS DE AMIM NOS UNIVERSOS PARALELOS

548 2 2

PREFÁCIO

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

PREFÁCIO

Esta modesta obra de ficção científica aborda em cada vida/universo do personagem os males e consequências do preconceito em seus diversos matizes, e no quanto eles nos apequenam como pessoas e como sociedade.

Também nos alerta para que fiquemos precavidos em eventuais contatos com seres extraterrenos, que ao contrário do que se apresentam em alguns filmes, pode não ser um contato cordial, e sim algo mais inesperado. Leia o que diz o cientista inglês Stephen Hawking sobre estes contatos.

Depois de afirmar, em 2010, que os humanos deveriam ter cuidado ao tentar fazer contato com aliens, o físico reforçou mais uma vez sua preocupação. As palavras de aviso estão no documentário ("Os Lugares Favoritos de Stephen Hawking").

No filme de 30 minutos, Hawking viaja pelo universo em uma nave fictícia. Entre os lugares "visitados" por ele, está o Gliese 832c, um planeta parecido com a Terra, que fica relativamente perto, a 16 anos luz.

"Se existir vida inteligente lá, nós devemos ouví-la", afirmou o físico. "Um dia receberemos um sinal de um planeta como este, mas devemos ter cuidado ao respondê-lo. Encontrar uma civilização avançada pode ser como o encontro entre Colombo e os índios. Nós sabemos que isso não acabou muito bem."

Na verdade o Amim é uma cobaia destes seres intergaláticos , e através dele e suas reações representaria as características primordiais de toda a humanidade. suas fraquezas . Por que Amim? Por que eles entenderam que o ponto sensível da nossa sociedade, o que nos diminui e nos enfraquecem como pessoas civilizadas é o preconceito, a não aceitação do diferente. Eles nos querem, e o nosso planeta os interessa, então pesquisam os pontos fracos da sociedade nos múltiplos universos do espaço tempo.

Apreciaria muito vossos comentários que certamente nos fornecerá um valioso feed back para melhor aprimoramos esta obra.

INTRODUÇÃO

A 2ª Guerra mundial terminou com a rendição dos aliados em 1955, o estado nazista que domina todo o planeta relegou o norte da África a sua própria sorte. Para Amim, 22 anos, nascido no ano que foi rejeitada pela comunidade internacional a criação do Estado de Israel em 1947 foi uma derrota definitiva, nascido de pais judeus que em vão batalharam pela criação de um estado sionista na Europa e até mesmo no castigado continente africano, só restava a miséria e a saga triste de fazer parte de um povo sem pátria, agora agravado pela hegemonia do estado nazista em todos os continentes do mundo.

Amim era um homem profundamente infeliz, levava uma vida improdutiva e sem perspectivas juntamente com os pais e os outros 1.200 de sua raça sobrevivendo em cavernas no deserto marroquino, só restava pensar, imaginar como aliviar aquela dor imensa de uma raça inteira que fora extinta, riscada da face do planeta. Tinha que haver uma saída, a própria humanidade que há alguns milhões de anos na própria África ficou reduzida por pestes e animais selvagens a alguns milhares de indivíduos, e quase a espécie homo sapiens foi extinta da face da terra sobreviveu e prevaleceu sobre todo restante da fauna mundial porque então a raça judia, ou então pelo menos ele não o poderia sobreviver â Grande Calamidade Nazifascista?

AS SETE VIDAS DE AMIM nos universos paralelosLeia esta história GRATUITAMENTE!