1.

3 0 0
                                    

— Usarei todas as minhas forças para acabar com esse monstro. — grita Téo, ao lado de Naruto.

— Você mandando bem, Téo. É isso aí! Vmos acabar com ele! — diz Naruto, se posicionando ao lado de Téo. — Jutsu Clone das Sombras!

Naruto sela os movimentos e se multiplica em dez, formando um corredor, permitindo que Téo passe para atingir Zabuza com a sua kunai de fogo.

Zabuza salta para entre as árvores e, sob uma intensa fumaça, avança contra os dois garotos.

— Ei, eu sou apenas um genin! Eu tava só na motivação quando falei que acabaria com esse cara. Sou estagiário aqui. Pra que toda essa força? Tenho muito que aprender ainda. — reclama Téo, correndo ao lado de Naruto.

— Você não vai parar e aprender, Téo. Use tudo o que você sabe e o que você tem.

— Entendido, Sasuke. Que fria eu me meti, hein?! É isso que chamam de treinamento em serviço?

— Cuidado, aí vem o demônio! Os seus ataques estão mais fortes.

Sasuke joga suas shuriken em direção a Zabuza, mas em vão. Nisso, Sakura se coloca em frente a Zabuza e, com acelerados selos de mãos, chama o jutsu de substituição.

— Vamos, Téo. A Sakura vai atrasar Zabuza, ela usando todo o seu chakra para fazer o jutsu de substituição. — diz Naruto.

Téo vê enormes e grossas árvores surgirem frente ao avanço de Zabuza. Sakura se junta a eles, que correm na direção contrária a Zabuza.

— Vocês não irão me deter com esses truques infantis. — diz com fúria Zabuza, o Demônio da Névoa Oculta.

— Vamos, temos que proteger Tazuna, o Construtor de Pontes, e a sua aldeia.— Kakashi, neste momento, se coloca entre os genins e o Demônio da Névoa Oculta.

— Pare, Zabuza! Ou serei obrigado a usar todo o meu poder contra você. Somente eu posso vencê-lo.

De repente, uma densa névoa se forma.

— Eu não consigo ver. Naruto, onde você ? Sakura? Sasuke? — grita Téo tentado se encontrar naquela estranha névoa que, do nada, se formou.

— Téo! Cuidado, fique com a gente. Zabuza usou o jutsu kirigakure. Ele quer nos confundir com o seu jutsu de se esconder na neblina. Fique próximo, Téo. Siga a minha voz. — diz Sasuke que tenta guiar Téo. Naruto, Sasuke e Sakura, juntos, tomam a posição em forma de triângulo, prontos para o ataque de Zabuza.

Zabuza lança mão de sua Kubikiribōchō. A espada de lâmina pontiaguda direcionada contra Kakashi, combinada com a densa névoa, torna o clima tenso para os cinco ninjas.

— Como você irá lutar contra aquilo que não pode ver, Kakashi? — diz Zabuza, desafiando Ka- kashi em seu território. — Nem o seu sharingan poderá usar contra mim. Como você irá copiar os meus jutsus, Kakashi? Você, um ninja que copia. Vim aqui para terminar a minha missão e não vou recuar. Venha me afrontar, Kakashi!

— Estou aqui, Zabuza! Eu o desafio a vir me buscar... Aaaaaah!

— Sensei Kakashi, o que aconteceu? Não consigo ver nada! — grita Téo.

Sasuke chama os amigos para o combate.

— Temos que nos mexer. Não podemos ficar parados aqui.

— Estamos em posição de defesa, Sasuke. Nesta névoa não podemos baixar a guarda. — diz Sakura.

— Somos ninjas. Um ninja espera a hora certa para atacar. Quando o inimigo dorme e baixa a guar- da, aí é que atacamos.

— Eu sei, Naruto. Você também é um shinobi edeve se mover com cuidado. O Sensei Kakashi deve estar ferido e não conseguimos ver o Téo. — diz Sasuke.

— Ei, será que eu posso anotar as suas palavras, Naruto? Foram bem legais. Inspiradoras. — diz Téo, surgindo ao lado de Naruto.

— Téo! Você conseguiu chegar até a gente?! Se junte a nós, vamos formar um quadrado para canalizar os nossos chakras. — diz Sakura, que puxa Téo até o grupo em formação.

Téo inicia os seus movimentos de ninjutsu como aprendeu para a Exame Chunin. Mas, antes que ele comece o segundo selo com as mãos...

— Aaaaah!

— Zabuza! Téo! — grita Naruto.


O Caminho de um NinjaOnde as histórias ganham vida. Descobre agora