Capítulo 6 - Barba Negra

29 3 6
                                    

O casal quando viu aquilo ficou horrorizado, então jogaram todas as joias e pertences deles com o medo de pegar alguma maldição ou algo do tipo. Enquanto isso, o encardido pirata estava fazendo um plano para matá-los.

*escrito por Isabelly Barbosa (8ºD)

Barba Negra pegou seus melhores homens para ir atrás do casal.

*escrito por Davi Rodrigues (8ºD)

Depois de muito tempo de procura, eles chegaram em uma ilha onde presumiram que o casal poderia estar e acharam vestígios de suas joias pelo caminho. Barba Negra ordenou para que revirassem toda a ilha atrás dos procurados.

*escrito por Giovana Cherutti (8ºD)


O casal não conseguiu fugir dos fortes homens do Barba Negra e acabaram sendo encontrados e presos.

*escrito por Letícia Santos (8ºD)

Eles estavam na orla, numa cabana improvisada. Cansados, resolveram dormir. O sol já estava quente e salpicava a pele do casal. Por um milésimo de segundo, os bucaneiros do Barba Negra avistaram a cabana e se aproximaram para detê-los.

Quando o casal acordou, estava em uma cela, mas não sabia que os homens de Barba Negra estavam lá.

*escrito por Bruna Gomes (8ºD)

O casal prisioneiro estava no covil de Barba Negra em Nova Providência, uma ilhota entre o mar das Bahamas e o Atlântico Norte. Eles estavam confusos. Anne olhou para os lados para tentar descobrir o que estava acontecendo e onde estavam. Passaram algumas horas lá sentados com fome, depois durante a noite ouviram passos, eles já desesperados avistaram horrorizados o Barba Negra.

*escrito por Isabelly (8ºD)

Barba Negra foi conferir se os dois ainda estavam vivos e alimenta-los com somente dois cocos podres usando eles para tortura e descobrir onde foi jogado seu ouro.

*escrito por Giovana (8ºD)

Anne estava suja, imunda. Graaf em farrapos. Os dois beberam a água do coco e depois se deliciaram com a carne branca do fruto como se devorasse deliciosos pernis suínos em uma ceia na corte holandesa.

Depois de comerem, Barba Negra os levou para uma sala suja e pequena com várias ferramentas no intuito de torturá-los até contarem. Chegando na sala, Barba Negra os prendeu em cadeiras e começou a perguntar:

- Argth, onde está meu ouro, seus inúteis?

- Você nunca irá descobrir seu verme! Ele sumiu, não adianta nos torturar, somos mais fortes que isso, disse confiante Anne.

*escrito por Isabelly (8ºD)

Barba Negra passou um gancho no pescoço de Anne e disse:

- Você anda muito atrevidinha, moça, não está merecendo estar viva!

Anne muito assustada fecha os olhos e se assusta com o grito de seu marido:

- Solta ela, seu maldito!

*escrito por Emilly (8ºD)

*escrito por Emilly (8ºD)

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

*escrito por Emilly (8ºD)

Graff, então, usou toda força de seu braço e se soltou da cadeira indo pra cima dele com a intenção de machucá-lo. Anne aproveitando que Barba Negra estava distraído, tentou revidar os socos e pegou a chave da cela.

* escrito por Isabelly (8ºD)

Conseguindo abrir a cela, fugiram de lá.

*escrito por Bruna Gomes (8ºD)

Depois de saírem de lá, foram para um esconderijo no meio das cavernas. Barba Negra, com raiva, mandou jogar bombas em todo mar para matá-los sem exitar.

*escrito por Caroline (8ºD)

O InquilinoOnde as histórias ganham vida. Descobre agora