━━ avisos.

22K 1.1K 350
                                    

oi, vidas. sentiram saudade?

primeiro de tudo, quero pedir mil desculpas pelo meu sumiço. acabei me desligando muito daqui por não estar me identificando tanto assim com minha escrita e a forma como eu desenvolvia minhas histórias. acima disso, também quero agradecer imensamente pela confiança de vocês e por sempre terem me dado tanto amor e apoio. obrigada pelos 3k, pelos 100k em Changes e por tudo mais. vocês são absurdamente incríveis!

confesso que pra essa estou muito empolgada. minha série favorita da vida é Outer Banks. sinto que, de alguma maneira, tudo nela mudou minha vida. o elenco, a história, o amor que eu desenvolvi logo de cara e a paz que sinto de me ter tão conectada com aquele universo. por isso, tô trazendo meu universo OBX mais uma vez aqui pra vocês, porque vi como vocês gostaram da minha fanfic com o JJ. quem não leu, ela tá disponível no meu perfil.

aqui vai algumas notas minhas antes de começar à escrever e antes de vocês iniciarem nessa aventura juntos comigo.

━━ é o mesmo universo da série, porém, não terá a mesma sinopse. a história de Avery e Rafe (e de todo mundo) se passará no Havaí, especificamente, em Honolulu. sou obcecada pelo tipo de tema praia, sol e curtição, exatamente por isso não queria fugir muito do universo de Outer Banks.

━━ nessa narrativa, o Rafe não é nada parecido como o da série. assim como todos os personagens, construirei a personalidade deles sem espelhar muito com os que vemos nos episódios.

━━ aqui, todos eles serão maiores de idade. alguns trabalhando, outros cursando faculdade.

━━ a guerra Kook vs Pogue não existe aqui. todos são amigos, apesar do conflito intenso que será abordado em toda a narrativa (bota conflito nisso).

━━ abordarei temas como responsabilidade afetiva, problemas psicológicos e entre outros. prometo que se tiver qualquer tipo de gatilho em algum capítulo, deixarei bem avisado antes.

━━ como eu sempre digo, TODAS as minhas histórias tem conteúdo explícito. sexo, uso de drogas, violência, abordagem sobre assuntos pesados e linguagem obscena. costumo escrever a realidade, na real, nada é um conto de fadas.

acho que já falei tudo e demais. novamente, me perdoem pelo meu sumiço. não largo vocês por nada, meus xêrinhos 🤍

sejam bem-vindes à Toxic. aprendam à ser uma bad girl, meninas!

todo o amor do mundo, juzi (ou lia) 🤍!

𝐓𝐎𝐗𝐈𝐂, 𝗰𝗮𝗺𝗲𝗿𝗼𝗻. ✓Onde as histórias ganham vida. Descobre agora