T e n

36.1K 3.8K 5.2K
                                    

SIENNA DEVORA, point of view.

SIENNA DEVORA, point of view

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

- Acorda ai animal. - Reggie, me empurra com tudo de sua cama, me fazendo cair no chão.

Uau, que ótima forma de ser acordada.

- Vai se fuder Reggie, que inferno! - Esbravejo me levantando do chão emburrada, e o loiro ri.

- Vamos tomar café, e depois ir pra pista encontrar a Alya e a Peyton. - Fala e coço meus olhos, ainda processando as informações do dia anterior, e da madrugada também.

Vinnie me beijou, mas uma vez. Droga, eu não deveria deixar isto estar acontecendo de forma alguma. Mas qual é, vamos ser honestas. Quem é a burra que rejeita um beijo daquele homem?

- Não vou ir a lugar nenhum, preciso ver como minha mãe esta. - Resmungo, indo para o banheiro do quarto de Reggie. Pego a escova que sempre deixo aqui por precaução, e começo a escovar meus dentes.

- Sua mãe esta na sua avó, disse que vem te buscar no fim do dia. - Responde e o olho com as sobrancelhas arqueadas.

- Ela ligou para minha mãe e disse que esta tudo bem, só falou que precisa de um tempo sozinha.

- E meu pai? - Pergunto e Reggie junta os lábios em uma linha reta, coçando a nuca parecendo sem jeito.

- Ela não disse nada sobre ele. - Fala e apenas concordo com a cabeça.

- Achei esse teu shorts no meu closet, veste ele e uma camiseta minha. - Diz apontando para a roupa em cima de sua cama e assinto com a cabeça.

Reggie logo sai do quarto e tomo um banho rápido. Depois de relaxar meu corpo com a água quente, me troco e resolvo trançar meus longos cabelos. Passo um pouco do perfume de Reggie, e calço meus tênis, por fim apagando a luz e saindo do quarto. Desço para o andar de baixo onde encontro a família Hacker sentada na mesa. Todos conversando animados, inclusive Vinnie que mostra alguma coisa no celular para seu pai e ri negando com a cabeça.

- Bom dia. - Digo sorrindo fraco e todos respondem o meu bom dia em uníssono.

- Dormiu bem querida?. - Maria pergunta sorrindo e me sento ao seu lado.

- Tirando o seu filho que me derrubou da cama hoje mais cedo, esta tudo certo. - Respondo servindo um pouco de café em uma xícara.

- Eu fiquei uns sete minutos te cutucando e te chamando. Você sequer se mexia! - Meu melhor amigo fala e reviro os olhos.

DIARY | vinnie hacker Onde as histórias ganham vida. Descobre agora