Capítulo XV (parte 2)

1.3K 119 19
                                              

Lizzie foi até o banco onde estava e pegou o seu casaco, teve aquela estranha sensação que tinha alguém a observando, mas não viu ninguém.

Ela optou por pegar um atalho num beco que costuma ser escuro, “mas ainda esta dia, então não teria perigo” foi o que ela pensou.

Ela optou por pegar um atalho num beco que costuma ser escuro, “mas ainda esta dia, então não teria perigo” foi o que ela pensou

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

(Tony)

   Elizabeth estava virando a esquina, quando foi prensada contra a parede e ouviu uma voz que jurava que nunca ouviria de novo.

_ Sua vadia traidora! _ Ele a virou pelos cabelos, para que ela pudesse ver o seu rosto.

_ Como foi o reformatório, Tony? _ Ela pergunta cínica.

_ Filha da puta. _ Ele fala baixinho.

_ Tira a mão dela!

_ Fred!

_ Eu disse pra você TIRAR A PORRA DA SUA MÃO DELA! _ Fred disse indo pra cima de Tony.

   Mais 4 caras aparecem e seguram Weasley, colocando seus braços atrás das costas e prensando seu rosto na parede. Tony volta o seu olhar pra Elizabeth, tinha o olho roxo e seu nariz escorria um pouco de sangue.

_ É uma reunião de condomínio agora? A família toda em casa? _ Pergunta Black com a voz alterada.

_ Claro! Você deixou todos nós, não é? Então todos nós queremos nossa vingança.

_ Eu não alcanço minha varinha, Liz. _ fala Fred com dificuldade. E então Lizzie se lembra, que tem sua varinha e a saca para o jogo.

_ Solta ele _aponta com a cabeça pra Fred e a varinha mirada em Tony.

_ Ou o que? Vai enfiar isso no meu nariz? _ ele fala e alguns garotos riem.

_ Vou enfiar isso em outro lugar, seu desgraçado! _ ela diz indo pra cima mas Tony puxa a varinha da mão dela e a prensa na parede de novo.

_ Depois desse tempo todo você, finalmente ficou uma delícia. _ Ele fala se aproximando e a beijando.

_ Fica longe dela seu filho da puta! FICA LONGE DELA!! _  Gritava Fred enquanto se debatia para tentar se soltar.

   Tony tinha as mãos nas coxas de Elizabeth, mas ela estava quase lá, quase pegando sua varinha.

Ele estava se esfregando nela, até que Black finalmente conseguiu pegar sua varinha.

_ Você é nojento! _ Ela gritou transferindo um tapa na cara de Tony.

O garoto colocou as mãos no rosto, onde tinha levado o tapa e começou a gemer de dor.

_ Meu rosto! _exclamou _ tá ardendo muito! _ Foi então que Lizzie percebeu que tinha uma marca de queimadura em seu rosto, com formato da sua mão.

   Num movimento de distração Fred conseguiu se soltar, pegou sua varinha e apagou todos com a ajuda de Elizabeth.

   A jovem se abaixou até Tony e sussurrou “episkey”, o curando da mão marcada.

Elizabeth Black - A herdeira BlackOnde as histórias ganham vida. Descobre agora