✰Último capítulo✰

330 36 104
                                    

— Saia da minha frente agora, o que você fez pelo meu pai e pelo Jae, e por todas aquelas pessoas

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

— Saia da minha frente agora, o que você fez pelo meu pai e pelo Jae, e por todas aquelas pessoas. Eu odeio ter que olhar pra você – Tranco o maxilar e o olho seriamente.

— Você é igualzinha a seu pai – Ele sorri de lado e sai com os policiais.

— Está tudo bem meu amor – A mamãe me dá um abraço de lado.

Finalmente está tudo acabado, mas o que mais me dói é não ter o meu pai e o meu Jae aqui ao meu lado...

Alguns meses depois~

— Nari você está linda com essa roupa de formando! – Lia limpa as lágrimas falsas e pega o celular para tirar uma foto de nós duas.

— Quem diria que nos formamos, e agora iremos para uma faculdade – Falo pegando o buquê de flores amarelas como o sol, que minha mãe me deu, eram as preferidas do meu pai. Eu sempre encontrava um jarro delas em seu escritório, ou até mesmo desenhos na parede.

— Confesso que sentirei saudades da escola – Lia faz um biquinho ao olhar para todos os alunos da nossa classe, eles estavam felizes com seus amigos, tirando fotos e gargalhando.

— Principalmente do Jinyoung né? – A provoco sorrindo maliciosa.

— Yah! – Ela dá um leve soquinho em meu braço, seu rosto estava vermelho como tomates.

(...)

— É com imenso orgulho que eu me despeço de vocês, espero que todos vocês tenham futuros brilhantes nessa nova jornada. – Estávamos em uma cerimônia de despedida, todos sentados nas arquibancadas e a diretora e os professores no palco, limpando suas lágrimas.

Todos gritavam felizes e batiam palmas, e eu só queria ele aqui. Comigo...

— Gostaria de homenagear um de nossos alunos, Lim Jaebeom. Que infelizmente mês passado foi encontrado seu corpo nos arredores do Rio Han, um garoto com tanto futuro pela frente, inteligente e jovem. Tenho certeza que ele deve estar em um lugar melhor.

Todos estavam calados, olho para cada rosto que eu reconhecia, cada rosto que julgava ele. Eles poderiam estar com um pingo de arrependimento? Eles poderiam apenas ter o mínimo de empatia e mostrar arrependimento a ele? A pessoa que foi julgada sem ter feito nada? Infelizmente não poderiam voltar atrás, ele estaria só nas lembranças. Mas eu desejo que cada um tenha remorso e se arrependam amargamente pelo que fez.

Depois de ter uma mini festinha com direito a música e bebidas. Estávamos finalmente saindo da escola, todos pulando alegres e jogando os chapéis de formandos para cima.

— Nari, eu sinto muito pelo Jaebeom, espero que ele descanse em paz, um menino tão jovem e bonito... – Vejo aquela menina que o chamou de aberração e o derrubou na frente de todos na cantina.

— Agora se arrepende? Na hora de xingar, rir, humilhar, não tem consciência né? – Falo rispidamente.

— Era tudo uma brincadeira Nari – Ela sorrir fraco e sem graça.

Demons | Jay b Got7Onde as histórias ganham vida. Descobre agora