Chapter 10: Deprimente!

7.8K 305 31

[Narrador]

A quinta-feira se passou como mais um dia chato, Júlia ficou o dia inteiro em casa curtindo um filme assim como as suas amigas, e os meninos só ficaram no vídeo-game.

[Júlia]

6:00h, de novo. Graças a Deus hoje é sexta, e provavelmente vou dormir na casa de alguma das meninas. Sim, quase toda sexta a gente se reúne para "noite de jogos", como o nome já diz, a gente fica jogando vídeo-game até umas quatro da manhã. Ainda me sinto mal, estou triste pelo meu término com Ian, eu amava ele de verdade, dizem que a primeira paixão a gente nunca esquece, e Ian foi o primeiro menino que eu namorei, na verdade, ele foi o primeiro menino que me beijou. Levantei, fiz minha higiene, coloquei uma calça qualquer com a camiseta do uniforme e meu all star, peguei minha bolsa e desci. Nem sinal de vida, meu pai não estava em casa, ele nem dorme mais aqui. Ainda eram 6:20h, não sei como consegui me arrumar tão rápido, eu nunca me arrumo rápido. Eu queria andar, não queria ficar em casa naquele silêncio constrangedor, também não queria ouvir as mesmas noticias ruins no jornal da manhã. Então resolvi já ir andando pra escola, eu poderia passar numa lanchonete que é no caminho pra comprar minhas batatas e um refrigerante pro intervalo. Mandei uma mensagem pra Larissa.

Estou indo na frente hoje, vou comprar meu lanche, te vejo na escola. xx

Sai a caminho da escola. Passei pela praça onde havia um casal se beijando, eles deviam ter a mesma idade que eu, lembrei de Ian, de quando íamos para aquela mesma praça de tarde depois da escola, comprávamos sorvete e ficamos lambuzando um ao outro, trocando carinhos, ele me beijava com seu lábios gelados com gosto de morango, e agora, olha pra nós, quer dizer, não existe mais nós, tudo se foi, tudo já era, nada é mais real, todo aquele conto de fadas acabou. Sem perceber já estava desabando, chorando que nem uma louca no meio da rua, ainda bem que ainda era cedo e não tinha muita gente lá pra ver esse meu showzinho. Entrei na lanchonete, peguei um guardanapo que estava em cima da mesa e sequei as lágrimas, comprei meu lanche e voltei a andar. Cheguei á escola 6:57h, o portão ainda não tinha abrido, esperei paciente, não tinha quase ninguém lá, só eu e mais umas 5 pessoas. Deu 7:00h o portão abriu, eu entrei e já corri pro banheiro, me tranquei lá e sentei encostada na porta, não queria que ninguém me visse, eu queria enfiar a cara em um travesseiro e chorar, chorar como se não houvesse um amanhã. Eu esperei uns 10 ou 15 minutos lá, esperei baterem os dois sinais e esperei todos saírem do pátio, sequei as ultimas lágrimas, peguei minha bolsa e fui andando até a escada, subi ela bem de vagar, subi a outra, andei pelo corredor e parei em frente a porta fechada da sala de aula, olhei em direção da escada e notei que a professora de História, que era a nossa primeira aula, estava subindo. Respirei bem fundo e abri a porta lentamente, entrei de cabeça baixa, e sem olhar pra cara de ninguém fui andando até meu lugar, sentei, arrumei meu material e a professora entrou. Continuei olhando pra frente, a professora fez a chamada, ouvi que todos estavam presentes. Passaram-se três aulas, a quarta seria de português. Droga! Como os meninos não eram daqui, a professora resolveu colocar eles em dupla pra terem ajuda em português, e toda aula eu tinha que sentar com o Zayn. Me levantei, peguei minha cadeira e me dirigi ao fundo da sala, onde Zayn e os meninos sentavam. Vi que eles me observavam, mas eu continuei de cabeça baixa. Me sentei e Zayn tentou falar comigo várias vezes, mas a única coisa que eu disse foi "oi" e ajudei ele com umas dúvidas da matéria. Quando bateu o sinal do intervalo, peguei meu lanche correndo e fui a primeira a sair, eu queria me enfiar no banheiro até o intervalo acabar. Senti alguém me segurar pelo braço, quando olhei pra trás era Zayn, e do lado dele estava Larissa.

– Vocês podem me dar licença? - Perguntei sem olhar pra cara deles.

– Aonde você pensa que vai? - Zayn perguntou ainda me segurando.

You Got To Change Everything ( One Direction )Leia esta história GRATUITAMENTE!