Capítulo 5

421 20 0

"She's a good girl, she's daddy's favourite

He save for havard, and he knows she'll make it

She's good in school, she's never truant

She can speak french, and I think she's fluent (..)"

Domingo. Hoje vou tentar encontrar o Harry para lhe devolver o seu hoodie que ele me emprestou no outro dia, mas vai ser mais para a tarde porque de manhã vou ficar por casa a descontrair com o meu pai, já que a minha mãe tem que ir trabalhar. Ela é médica e, apesar de ter um horário em que só trabalha de dia e aos dias de semana, às vezes troca de turnos com os colegas que não podem ir no outro dia. Hoje é um desses dias e ela está a trabalhar desde as 8h, e sai às 16h. Levantei-me e fui tomar banho. Saí enrolada numa toalha e tremer que nem um ouriço, devido à diferença de temperaturas. Vesti-me (link externo) e desci até à sala.

- Bom dia, pai - disse assim que o vi esparramado no sofá. Fui até ele e dei-lhe um beijo na bochecha, recebendo outro em troca.

- Bom dia, piolha. Queres comer?

- Sim, mas eu vou fazer.

- Depois volta para aqui para vermos um filme - ele disse entusiasmado. Juro que o meu pai às vezes parece um adolescente. Dirigi-me à cozinha e fiz uma tosta mista. Pus num tabuleiro e voltei para a sala, onde encontrei o homem de cabelos morenos com dois dvd's na mão.

- Qual vimos? Este ou este?- ele perguntou-me enquanto levantava cada dvd de cada vez. "Cavalo de Guerra" e "Brave Indomável" eram as opções. Comecei-me a rir.

- A sério, pai? "Brave Indomável"?

- Oh vá lá, foi o melhor que por aqui arranjei.

- Então vemos "Cavalo de Guerra"? 

- Sim, senta-te que eu vou pôr a dar. 

E assim foi. Eu sentei-me a comer e depois dele pôr o filme a dar, sentou-se ao meu lado. 

****

- Sim, pai. Admito, foi um filme giro. 

- Vês, eu sabia que ias gostar - o filme já acabou e nós estamos a almoçar. 

- Que vais fazer hoje? 

- Vou tentar arranjar a casa na árvore, queres ajudar?

- Até às 18h, depois vou dar uma voltinha. Sorry dady.

- Sempre a arranjar oportunidades para deixares o pai - revirei os olhos com o comentário dele. Acabámos de almoçar e arrumámos a mesa. Depois eu lavei a louça e ele limpou. Enquanto isso iamos falando.

- Vamos andando até ao jardim? - ele perguntou-me e eu assenti. Fomos até à parte da casa na árvore, subimos as escadas de madeira e chegámos à casa. 

- Já não venho aqui à algum tempo - disse.

- Como podes ver, o teto precisa de umas reparações. Vou repará-lo e pô-lo mais para cima para não batermos com as cabeças - rimos os dois. Realmente isto está pequeno de mais. 

- Então, vamos ao trabalho - e assim foi. O meu pai já tinha trazido as ferramentas necessárias quando subimos, então foi só preciso pôr mão à obra.


****

- Wow, isto ficou... wow - estou, de certeza, de boca aberta. São 17:50h e o nosso trabalho na casa na árvore está feito. O telhado está perfeito e subido. Posso dizer que trabalhámos mesmo bem!

- Eu sei, Poppy. Isto ficou brutal! - ambos descemos da árvore. Eu subi até ao meu quarto para ir buscar o hoodie do Harry.

- Bem pai, isto está muito fixe, mas eu vou indo. Até logo.

Gangster's soul || Harry StylesRead this story for FREE!