Capítulo X: Espada Vídrion

1 0 0

Ao chegar no Reino de Reizing, todos os homens, mulheres e crianças firacam em silêncio, Górin andando segurando a Espada Branca de Galin, essa espada Górin nunca tinha visto nas mãos de seu pai, antes dele partir para uma jornada. Dinérios sente que deve explicar para Gôrin, como essa espada apareceu nas mãos de Galin, as terras dos povos livres , ficaram em silêncio com a morte do segundo homem da linhagem de ouro. Dinérios então convida Górin á visitar seu Reino, o Reino Valórs, onde está a pedra branca, onde Dinérios diz que em volta dessa pedra os trezes filhos inclusive Orgon, eles meditavam com os espíritos do oeste, interrogava as estrelas. Nem mesmo Golians tinha visto este lugar tão magnífico, este lugar também foi onde tudo começou. Dinérios sentou em seu trono e Górin sentou em um banco próximo, então Dinérios explicou para Górin como esta espada parou nas mãos de Galin.

- Seu pai se aventurou, por três anos e que foi possível conhecer a metade da Terra de Roverá, mais uma parte ele ousou conhecer, as florestas negras e montanhas negras, Galin descobriu muita coisa, mais para sua sorte ele disse para mim que ele criou um livro, falando de tudo, das criaturas, dos tipos de plantas, montanhas e muito mais, ele descreveu tudo isso em um pequeno livro, que agora está guardado nas masmorras do meu Reino. Górin interrompe e fala:

- Mas eu posso ler?

Dinérios responde:

- Você pode, mas seu pai quer guardado, então darei a você, e você mesmo vai guardar no palácio branco em seu Reino. Seu pai passou por desafios em sia jornada, a pior foi entrar em uma montanha escura e com o ar seco e quente, não havia muitas nuvens escuras pois estava só nublado, parecia que ia chover logo, seu pai entrou na montanha, porque um brilho branco chamou sua atenção dentro da montanha, ao chegar na montanha um dragão negro adormece, Galin nãp aguentava o ar lá de dentro, então pegou a espada Vídrion, ela era o pequeno brilho branco no fundo da montanha, ao pegar ela Galin derrubou algumas pedras, e o dragão acordou.

-Meu pai lutou com o dragão? pergunta Górin.

- Seu pai tem coragem, mas ele não lutou com o dragão, um dragão bem diferente atormenta do oeste no verão, um dragão bem diferente dos dragões antigos que viviam nessas terras, seu pai fugiu e viu que aquele espada era um bem diferente que outras espadas, pode quebrar qualquer espada, qualquer escudo e lanças essa espada tem um poder que ninguém nunca viu, mais eu sei a origem desta espada. Disse Dinérios.

- Então essa espada foi forjada a onde? e pertenceu á quem? pergunta Górin com muito curiosidade.

- Esta espada foi forgado por Dentris, que cujo nome, Orgon, foi forjada bem antes das trevas, nos palácios sagrados do Senhor da Terra, esta espada tinha que ser usada para o bem, mais Orgon se mudou para as trevas e com ele a espada Vídrion, essa espada fo abençoada pelo Senhor da Terra e usada pelo Senhor das Trevas, não sei porque esta espada está branca, pois na Batalha em Golians o derrotou esta espada estava negra, alguma coisa o Senhor da Terra vez para que esta espada se converter para a o bem. Disse Dinérios.

-Então quer dizer que esta espada pode ser usada por qualquer um? Pergunta novamente Górin.

-Se a pessoa souber usá-la! Disse Dinérios. Então Dinérios pega em sua mesa a espada embrulhada em um couro e entrega para Górin, então ele abriu o couro e viu a espada Vídrion, a espada forjada nos palácios sagrados do Senhor da Terra, então esta espada pertence á Górin Rei de Ouro, Homem da Linhagem de Golians, filho de Galin neto de Golians, e depois dessa conversa tudo mudou.

O Abismo das TrevasLeia esta história GRATUITAMENTE!