twenty-eight

10K 1.2K 515

eu queria agradecer a todos que comentam, votam e também à todas as visualizações. eu comecei essa fanfic porque gosto do assunto e nunca imaginei que ela cresceria esse tanto. muito obrigada mesmo. e eu também queria me desculpar pela demora.

gente, eu fiz um tt de lockscreens, caso vocês tiverem interessados se chama *lockmagioscreen*

tag: #askdeeper
ask: cutenesslarry
tt: jadesajeitada

a partir daqui eu realmente preciso que vocês prestem atenção nas datas, pois vai começar a desenrolar muito mais rápido e não quero que se confundam. se o cap não tiver uma data encima é porque é no mesmo dia, caso contrário haverá uma data.
boa leitura!
---------------------

15/03/2014

serialLT91: Sinto muito, mas eu não posso realizar seu pedido.

anonymous: Você fará isso sim. Seu fórum está disponibilizado para isso e eu estou ordenando-lhe. Mate-o.

serialLT91: Posso saber seus motivos?

anonymous: Você não é minha mãe para eu lhe dar satisfações, apenas faça o que eu disse e o valor multiplicado estará em suas mãos.

Anonymous está off-line.

Fazia um mês que Harry estava treinando e, para ser sincero, o menino havia melhorado muitos todas as suas habilidades.

O comandante seguia uma risca de treino diferente da que era usada com o exército mirim.

Aparentemente, fora anotado todas as técnicas e modos de aprendizagem para, então, serem passados para Harry. No começo o menino desconfiou de que iria funcionar, mas com o tempo ele percebeu que, estudando mais a teoria, você consegue aprimorar a prática.

O físico do menino havia se desenvolvido muito mais - mas o mesmo continuava um tanto magricela -, porque o mesmo tinha começado um treino juntamente a Liam. O menino também tirava uma parcela de seu tempo para aprende um pouco de box.

Quando Louis informou à escola de que não voltaria tão cedo, sua matrícula fora cancelada e todas as atividades voltaram ao seu período normal.

Harry não conseguia tirar todas as informações da cabeça, portanto passou a treinar em casa e com Liam, afim de ocupar seu tempo.

Os meninos não sabiam de nada e nem iriam saber tão cedo. Harry pretendia apenas deixar as descobertas sob o tapete.

Zayn e Niall estavam... enrolados. E Liam confuso. Muito confuso.

Pode-se dizer que entre Zayn e Niall rolava um casinho, nada muito sério, porém dava para perceber que o loiro gostava do outro. Chegava a ser um pouco óbvio.

Mas ninguém gostava de comentar muito sobre.

Harry estava treinando na área enquanto Liam assistia. O menino era o único que já tinha ido naquele lugar com Harry - e o único que sabia que o mesmo treinava ali para matar e não matemática - porque não queria ficar sozinho com Niall e Zayn e achava interessante o fato de que um de seus melhores amigos era treinado por um comandante.

Porém, agora o cacheado conseguia manter o treino da forma que o foi ensinado. Ou seja, todos os dias ele repetia as mesmas técnicas e, quando se passava um mês, ele mudava tudo.

"É bizarro", Liam disse alto, em meio aos tiros que Harry acertava nos alvos e barulhos do menino rolando pela grama.

"O que?", ele perguntou um tanto ofegante, sem perder a concentração.

"Isso de, sabe, um comandante do exército vir até você e começar a te treinar. Em menos de um mês você mudou muito, Harry, é bizarro e legal", ele deu de ombros.

Harry, ao ouvir aquilo, largou tudo o que tinha em mãos e apenas se sentou na grama calmamente, tentando controlar sua respiração.

"Eu não mudei, Liam, por mais que pareça. Eu só- eu tentei mudar quem eu sou, mas percebi que isso não iria levar à lugar algum, então desisti", ele suspirou e agradeceu quando Liam lhe jogou uma garrafinha de água. "O ano mal começou e tantas coisas já aconteceram..."

Liam riu em amargura, concordando com o menino. "Mas eu vejo mudanças em você. Até mais sério você tá, dude."

"Não é seriedade. É apenas a questão de não sentir a vontade imensa de sorrir como eu fazia antes. Eu não sei explicar, mas é como se outro Harry estivesse aqui, junto a vocês. Um Harry que não é o Edward Styles, mas sim que é apenas outro qualquer. É horrível esse sentimento", o garoto abaixou a cabeça antes de levantá-la novamente e beber um pouco da água.

"Estamos no mesmo barco, irmão", Liam riu.

Eles podiam estar demonstrando normalidade diante todos os fatos, mas, na verdade, estavam incomodados e se sentindo um tanto traídos e despedaçados.

Harry se sentia vazio. E ele não entendia como uma pessoa daquela podia fazê-lo se sentir assim.

------------------
falem comigo por tt ou ask: jadesajeitada e cutenesslarry, respectivamente.

até mais
xx, Gio

Deep Web (Larry Stylinson AU)Leia esta história GRATUITAMENTE!