(n/autora: eu sei que demorei, tenho os meus motivos (ou nao), enfim, ultimo episodio (OU NAO) hah ha ha ahahaahha XOREI)

Sam POV

Três meses depois...

Hoje é o grande dia. Eu nunca pensei que chegaria a esse ponto com o meu amor, Ed. Hoje é o dia do nosso casamento. Nunca fiquei tão nervoso em toda a minha vida, nem mesmo no dia em que eu lambi minha primeira goiaba. Nunca irei esquecê-la, aquele gostinho de sobrancelha, hm...

O consultório ginecológico não era muito grande, mas a cerimônia ainda seria perfeita. Eu usava um short apertadinho e uma blusa com alguns brilhinhos e uma sandália m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a da Hello Kitty. A ginecologista estava de costas para nós, aparentemente checando alguns papéis.

Avistei Ed entrar no consultório e ele sorriu para mim ao que nossos olhos se encontraram. Ele estava muito elegante, simplesmente perfeito! Ele usava um vestido de carne, vi um parecido na lojinha de 1,99 da esquina da dona Gaga, e segurava um buquê de flores. O cheiro de carne adentrou minhas narinas e eu fiquei maravilhado com o cheiro delicioso que ela soltava no ar.

Ed começou a andar até mim com um sorriso estampado em seu rosto. Quando finalmente chegou até mim, a ginecologista se virou.

"Prontos para começar?", eu engoli em seco.

Aquela voz me soava muito familiar... Meu olhar que estava grudado ao de Ed se voltou para a ginecologista loira e magra que nos olhava com desprezo.

"Taylor?"

Eu e Ed nos entreolhamos, boquiabertos. Como Taylor sabia aonde nós estávamos, como ela chegou até aqui e, principalmente, como ela estava viva?

"Ora, ora, o que temos aqui? A hipopótama louca e a-" ela olhou para Ed e soltou uma gigantesca gargalhada "Sra. Gaga. Casar uh?"
Ed olhou para si mesmo de cima a baixo e tirou uma lasca de carne e enfiou na boca. Esse é o meu garoto.

"Vocês já notaram o quão ridículos vocês são juntos?" Taylor gritou e cerrou os punhos. "São nojentos, são gordos, são idiotas, estupidos!"

"Tá, mas eu ainda não entendi como você sobreviveu àquele acidente que o Sam caiu em cima de você." Ed disse ignorando todos os xingamentos que Taylor cuspia.

"Depois que Sam saiu de cima de mim aquele dia, eu fui atendida imediatamente pelo SAMU e eles conseguiram me resgatar ao que me bateram com palmitos e eu pensei que fossem as minhas primas, aí eu fui ajudar elas e...", Taylor balançou a cabeça. "Por que eu estou falando disso? Isso não é da sua conta.", ela cruzou os braços e Ed revirou os olhos.

"Tanto faz. Você não vai estragar nosso casamento. Sam, você sabe o que fazer", Ed lançou um olhar para mim e eu sabia exatamente o que significava.

Abri o buquê que Ed carregava e dali tirei um pinto de borracha e eu enfiei na boca da Taylor. Nós saímos correndo dali, deixando a Taylor de olhos arregalados e chupando o pinto.

"Ed, eu já sei para aonde vamos", sorri enquanto nós corríamos e abracei Ed, virando uma espécie de bolinha e rolando até nosso destino. Nada iria estragar nosso casamento.

Ed POV

Eu e Sam chegamos numa linda praia ao pôr do sol. Olhei para Sam que não parava de olhar para o meu vestido.

"Não vejo a hora de chupar", ele mordeu o lábio inferior.

"Para de olhar pras minhas tetas!", bati em Sam. "Vamos começar."

"Eu tava falando do vest..."

"Sam", eu comecei. "Você me aceita como seu legítimo esposo?", segurei as mãos de Sam que sorriu instantaneamente.

"Eu aceito. E Ed, você me aceita?"

"Aceito", eu sorri piscando uma lágrima gorda.

"Então eu nos declaro pamonha e baleia!", Sam selou nossos lábios. "Vem, Ed", ele me chamou enquanto corria e eu o acompanhei, entramos em um barco branco luxuoso que estava estacionado ali e Sam começou a navegar enquanto um japinha falava algumas coisas, que eu não podia entender, com raiva.

"Podemos pular?", sorri para Sam enquanto olhava para o mar calmo.

"Claro que podemos", ele sorriu e bagunçou meu cabelo.

Eu segurei na mão de Sam e nós paramos na borda do barco. "Eu te amo, Sam", eu apertei a mão dele. Com o canto dos olhos, eu pude ver Sam sorrindo e então nós pulamos juntos do barco.

E eu apenas senti o meu corpo se chocar contra a água. Ouvi muito barulho também. Eu tentava procurar a superfície, mas eu não conseguia subir, era apenas água e mais água... Eu comecei a me debater até não ter mais ar nos pulmões... Então eu apaguei.

...

"Um tsunami devastou a cidade de Tóquio, no Japão, deixando milhares de pessoas desabrigas e desaparecidas. Ainda não se sabe do número de mortes."

...

"Pesquisadores revelam que o tsunami ocorrido no último domingo na cidade de Tóquio não foi causado por um fenômeno natural, mas sim, por dois gordinhos que pularam na água ao mesmo tempo. 'Eu nunca vi nada parecido. Como duas pessoas podem fazer tanto estrago assim apenas pulando na água?', diz uma sobrevivente que ficara desabrigada após o ocorrido."

...

Cheiro... cheiro de muffins... de panquecas... de donuts... o que é isso? Aonde eu estou? Está tudo escuro. Estou morto?

Cheiro de pum. Sam estava no céu comigo?

"Ed?", uma voz abafada chamava por mim. "Ed!", a voz ia ficando cada vez mais clara igualmente a minha visão.

...

"Câmeras flagram uma espécie de bóia gigante se debatendo na hora do tsunami na cidade de Tóquio, qual carregava uma tapioca. Nossos pesquisadores foram atrás disso e descobriram que se tratavam de dois gordinhos que podem ter sido os possíveis causadores do tsunami."

...

"Sam?", eu acordei vendo Sam sorrindo para mim.

"Você acordou!", ele me abraçou todo choroso. "Nós temos que sair daqui.", ele ficou sério.

"Sair?", eu estava um pouco confuso.

"O FBI está atrás da gente", ele deu um sorriso torto.

"Por que eu não estou surpreso?", suspirei.

"Eu te amo. Ed. Mais do que panetone. Sua sobrancelha é cheirosa. O band-aid no seu cu ta cheirando mal. Seu cabelo me lembra uma deliciosa cenoura ralada. Seu joelho é maravilhoso. Seu umbigo é o melhor de todos, nunca provei nada igual. Sua axila então, uh, lambível."

Eu sorri. "Você, Sam, é minha doce baleia."

(n/expandrickyl : O QUE FALAR SOBRE ESSA FIC? Foi a coisa mais estranha que eu já escrevi na minha vida (ou não) e mais divertida, pq tipo, eu AMO ler os comentários, eu rio com cada um deles, vcs são fodas. Então, não fiquem tristes pelo fim ;( nEM FIQUEM FELIZES OK? Tudo bem, quero que vcs fiquem com muitas saudades mesmo e que sofram muito HEHEH ta bom, parei. Eu amo de verdade cada um que teve paciência para ler isso até o fim, espero que vocês tenham gostado e se divertido. Eu ficaria muito feliz em ver votos e comentários aqui, ok? Vocês são o pane do meu tone! SAM SABE QUANTO AMOR ISSO SIGNIFICA. Amor verdadeiro é isso aí. Enfim...)

(n/insidelarry: como começar? Tenho tanto para dizer para cada um de vocês. Começando pelo começo, eu lembro quando eu e a minha querida amiguinha MARAVILHOSA LINDA GLAMUROSA LUIZA (expandrickyl) tivemos a BRILHANTE ideia de escrevermos essa fic super FLUFFY E ROMÂNTICA. Nós estávamos no Twitter zoando o Sam por ser gordo e shippando o Ed com ele, então eu fiz essa montagem (que está na mídia) e nós acrescentamos uma legenda à ela. Nós estávamos imaginando como seria uma fic Sed e então ESCREVEMOS TODA ESSA BOSTA QUE VOCÊS LERAM ATÉ O FINAL KKKKKKKKKK. Eu só tenho que agradecer TODOS vocês por lerem isso, gostarem, votarem, rirem, e compartilharem isso conosco. Eu amo vocês, e quem sabe uma outra fic estilo msw não está por vir? Não fiquem com saudades, apenas relembrem que o Sam e o Ed estão fazendo colares de presunto agora e então sorriam e riam, riam bastante. Então é isso,

FIM

My Sweet Whale × Ed&Sam AU☽Leia esta história GRATUITAMENTE!