Acordei as quatro da manhã com meu despertador tocando sem parar,levantei me arrumei e fui para a cozinha.Lá estava um bilhete do meu pai,no bilhete estava escrito que ele estava colocando as coisas no carro.Voltei para o meu quarto e botei meu colar, guardei a caixinha que ele estava em minha bolsa.

Depois fui para a cozinha comi uma fruta e voltei para meu quarto peguei minhas malas e deixei elas na sala.Eu não queria ir embora daquela casa tão familiar,resolvi ir ver se havia esquecido alguma coisa no porao , pois ia bastante lá,porém quando entrei lá vi uma pessoa,mas não podia ser real,porque em casa só estava eu e meu pai, então quem seria esse cara,eu saí correndo,quando eu já estava lá na sala peguei minhas malas e fui para o jardim,onde encontrei meu pai botando as malas no carro, dei minhas malas para ele e entrei no carro,logo depois ele também entrou e fomos em direção ao aeroporto.Chegando lá fizemos o chek-in e tal e quando vimos já era hora de ir para o avião.

Já no avião eu li um livro chamado Invocação, é muito legal.O vôo seria longo por isso resolvi dormir e consegui,pois tinha acordado muito cedo de manhã.

Diferente de todosLeia esta história GRATUITAMENTE!